Terceiro no grid de Valência, Stoner afirma que classificação não foi de acordo com planejado

Casey Stoner não ficou satisfeito com a terceira colocação no grid de largada para o GP de Valência de MotoGP. Australiano afirmou que Honda precisa trabalhar na eletrônica e reclamou de ondulações na nova superfície do circuito Ricardo Tormo

 

►Confira as melhores imagens do Mundial de Motovelocidade em Valência

Casey Stoner chegou perto de conquistar sua 40ª pole-position na MotoGP neste sábado (10), mas não conseguiu acompanhar o forte ritmo de Dani Pedrosa, o mais rápido na classificação, e Jorge Lorenzo. Em sua última corrida da carreira, o australiano afirmou que ficou frustrado com o terceiro posto no grid. 

 
“A classificação realmente não foi de acordo com o planejado e fui uma sessão bem frustrante”, reconheceu. “Por conta do tempo ruim deste fim de semana, tivemos muito trabalho para fazer em um período de tempo muito curto”, ponderou. 
Valência será despedida de Stoner da MotoGP (Foto: Repsol)
“Nós fizemos um bom progresso, mas, infelizmente, não conseguimos encontrar o suficiente antes do fim da sessão”, lamentou. 
 
Casey também não ficou satisfeito com o novo asfalto do circuito Ricardo Tormo, que foi totalmente recapeado pela primeira vez desde a sua construção, em 1999.
 
“Tem uma superfície nova aqui e nós esperávamos que tudo fosse muito bom e suave, mas, na verdade, vimos que tem muitas ondulações no circuito”, reclamou. 
 
Por fim, Stoner afirmou que segue pensando em uma forma de melhorar a RC213V para corrida e espera encontrar alguma solução durante o warm-up.
 
“Agora eu estou pensando em como podemos melhorar a moto e colocar tudo para funcionar um pouco mais fácil. Precisamos adaptar a eletrônica para que eu possa estar menos restrito nesta pista, eu possa andar como quero”, falou. “Espero que não chova amanhã e nós possamos dar um passo extra no warm-up”, completou. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube