“Vai pontuar com um só braço”: Doohan diz que Marc Márquez pode ser campeão em 2020

O pentacampeão das 500cc lembrou sua própria experiência com uma fratura de úmero e considerou que o espanhol não terá recuperação fácil pela frente

Mike Doohan acredita que Marc Márquez ainda tem chance de conquistar o título da MotoGP em 2020. O australiano comentou que o piloto da Honda foi vítima de seu próprio estilo.

No GP da Espanha, Marc caiu forte na saída da curva 3, já no fim da disputa, e sofreu fratura no úmero direito. O hexacampeão foi operado na terça-feira, em Barcelona, e ainda não tem data para voltar ao Mundial.

Marc Márquez e Mick Doohan (Foto: Repsol)
Paddockast #70 | O QUE ESPERAR DA MOTOGP 2020?
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

“Ele é um corredor e vence, pois é muito talentoso, mas está no limite o tempo todo, a cada volta. É por isso que nós amamos assisti-lo e por isso é respeitado”, disse Doohan ao canal FOX Sports, da Austrália.

A queda de Márquez aconteceu em meio a uma prova de recuperação. O piloto de 27 anos havia caído para o 16º lugar, após um erro no início da prova, e estava de volta ao terceiro posto.

“Olhando para trás, tenho certeza que ele pensa que talvez devesse ter ficado em terceiro, mas isso não é da natureza dele, não está no seu DNA ficar sentado e pegar o segundo melhor resultado. Ele sentiu que podia vencer”, comentou Doohan.

Recém-operado, Marc não disputará o GP da Andaluzia deste fim de semana. Antes da operação, o Dr. Xavier Mir falou sobre a possibilidade de voltar no GP da Tchéquia.

“Não dá nunca para dizer que é impossível com Marc, porque o cara, honestamente, tem uma mentalidade diferente. Ele está preparado para fazer o que outros não fazem”, falou Doohan. “Ele tem 100% de chance. Se puder perder essas próximas duas ou até mesmo só esse fim de semana, ainda vai pontuar com um só braço, porque é bom assim. Isso vai motivá-lo a ficar cada vez mais forte”, ponderou.

O australiano aproveitou a oportunidade para desejar uma pronta recuperação ao #93. Curiosamente, a carreira de Doohan acabou em um acidente na mesma curva em 1995. Mick defendia a mesma Honda e, como Marc, era o campeão vigente.

Além disso, o pentacampeão das 500cc lembrou que fraturou o úmero esquerdo em um acidente em Suzuka em 1989 e passou “três ou quatro semanas” longe da moto.

“Basicamente, toda a força de frenagem está no freio dianteiro, então ele precisa da mão direita para o acelerador e também um pouco para virar”, apontou Mick. “Tem um pouco mais de coisa acontecendo com o braço direito, mais do que com o esquerdo, então não vai ser uma recuperação fácil, porque não há tempo para recuperar”, completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube