Rossi dá adeus em Valência e encerra trajetória que mudou história da MotoGP

Aos 42 anos, o italiano decidiu pendurar o capacete e encerrar uma trajetória de um quarto de século no Mundial de Motovelocidade

Pilotos e torcedores cercam Valentino Rossi após GP de Valência (Vídeo: MotoGP)

Uma era da MotoGP chegou ao fim. Neste domingo (14), ao cruzar a linha de chegada do GP da Comunidade Valenciana de 2021 na décima colocação, Valentino Rossi colocou um ponto final em uma trajetória que mudou a história do Mundial de Motovelocidade para sempre.

Dono de um carisma sem igual, Rossi estourou a bolha do esporte a motor e levou a MotoGP para muito mais longe do que se poderia imaginar. Com comemorações efusivas e fora do comum, o italiano de Tavullia popularizou a motovelocidade nos quatro cantos do mundo e é o rosto mais conhecido das competições em duas rodas.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Valentino Rossi escreveu uma das mais belas histórias do esporte (Foto: SRT)

VEJA MAIS
Rossi recebe visita surpresa do ídolo Ronaldo Fenômeno na despedida da MotoGP
Pupilos prestam homenagem e usam réplicas de capacetes de Rossi em Valência
F1 convoca pilotos e faz homenagem a Rossi em dia de aposentadoria da MotoGP

Filho de um ex-piloto, Valentino herdou a profissão do pai, Graziano, mas o amor pelas motos, ― segundo consta ― o jeito e o carisma vieram da mãe, Stefania. Apaixonado pela MotoGP, Rossi correu em busca dos recordes. E tomou para si quase todos eles. Faltou o de campeonatos, que segue nas mãos do igualmente lendário Giacomo Agostini.

Mas não vale debater aqui ― e, especialmente, agora ― se ele é ou não o maior de todos esportivamente falando. Por que em um contexto geral, olhando para uma imagem mais ampla, ninguém é maior que Valentino Rossi para a MotoGP. Não só por ter vencido mais do que todo mundo, mas por ter transformado profundamente a história deste esporte.

O jeitinho alegre e sorridente abriu caminho para que ele tornasse o Mundial de Motovelocidade mais conhecido, mas o talento, a inteligência e a capacidade de se reinventar resultaram em mudanças profundas na competição em si. Numa época em que a Honda era dominante, Vale provou que o piloto importava, que a máquina sozinha não conseguia o resultado. Ao mudar para a Yamaha, Rossi levou junto toda uma equipe de técnicos e engenheiros e mostrou que, ainda que seja um esporte individual, a MotoGP é, sim, coletiva. Valentino provou que é possível vencer de maneiras diferentes e que dá para se adaptar a cada novidade e geração.

Rossi criou fãs e vai embora deixando pedacinhos dele também na pista. Ele parou, mas Francesco Bagnaia, Luca Marini, Franco Morbidelli, Celestino Vietti, Marco Bezzecchi, Stefano Manzi, Andrea Migno, Niccolò Antonelli e Alberto Surra são uma espécie de continuidade. E, certamente, parte de um legado importante, principalmente para a Itália, que nas mãos de um de seus mais ilustres filhos encontrou as condições de seguir com força no esporte. A Academia de Pilotos VR46 é um dos pontos altos desta jornada.

‘Peter Pan’ do esporte, Rossi se recusou a envelhecer. Sim, o tempo passou e ele chegou aos 42 anos, mas viu a aposentadoria de rivais mais novos e seguiu correndo para dividir a pista com os adversários que ele mesmo criou. Com os pilotos que viraram pilotos por terem se apaixonado por um esporte através dos olhos dele.

Tal qual um médico, o ‘Doutor’ ajudou a MotoGP a fortalecer a saúde para o futuro. Em um momento de alta competitividade, Vale sai de cena deixando para trás um campeonato vigoroso e atrativo. E a certeza de que o Mundial tem força o suficiente para seguir em frente, mesmo desfalcado do maior astro.

Rossi se tornou maior pelos rivais que enfrentou. Mas também valorizou os feitos de cada um deles com a presença inigualável na MotoGP.

Nunca mais haverá outro Valentino Rossi. Ainda que os recordes sejam batidos, que os números troquem de dono, ele é um daqueles atletas raros, daqueles que ficam gravados para sempre na história do esporte. Valentino Rossi se aposentou, mas Valentino Rossi é eterno.

Para marcar a despedida de um dos maiores ícones esportivos desta geração, o GRANDE PRÊMIO preparou um especial, com números, análises e muito mais. O conteúdo todo será divulgado no dia 16. Fique ligado!

VEJA TAMBÉM
Gardner usa consistência para ser campeão da Moto2 e igualar feito do pai no Mundial

MOREIRA CONQUISTA VAGA NA MOTO3 PARA 2022 E COLOCA BRASIL NO MUNDIAL | GP às 10
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar