Vice-campeão da MotoGP, Gibernau abandona aposentadoria após uma década para disputar MotoE

Sete Gibernau, que chegou perto do título da MotoGP em 2003 e 2004, resolveu voltar às pistas. Fora de ação desde 2009, o espanhol foi convencido pela Pons de embarcar no desafio do motociclismo elétrico através da MotoE

A segunda-feira (12) reservou um retorno dos mais inesperados no motociclismo. Sete Gibernau, duas vezes vice-campeão da MotoGP e afastado das pistas desde 2009, anunciou o retorno para disputar a temporada inaugural da MotoE pela Pons.
 
Gibernau, aos 45 anos, precisou ser convencido para embarcar na aventura. Sem disputar competições de moto há uma década, o espanhol ouviu o pedido insistente de Sito Pons, homem forte da equipe. De uma hora para outra, o que parecia loucura virou uma chance de entrar em contato com o motociclismo elétrico.
 
“Nunca pensei que voltaria a participar de um campeonato desde que aposentei definitivamente, mas a vida te reserva surpresas e, depois de dez anos aposentado e sem competir, aqui estou”, disse Gibernau ao ser anunciado. “Agradeço a Sito [Pons, chefe de equipe] pela oportunidade ao insistir tanto até me convencer de tentar. Trabalharei duro para estar à altura do chamado de alguém como Sito. É um grande sonho viver e pilotar essa nova geração de motos elétricas, ajudando um pouquinho com o desenvolvimento”, seguiu.
Sete Gibernau (dir.) viveu o auge na MotoGP no começo dos anos 2000 (Foto: Getty Images)

Gibernau é, até aqui, o único piloto anunciado pela Pons para a temporada 2019 da MotoE. A categoria começa a ganhar corpo, com nomes mais conhecidos: Bradley Smith e Xavier Siméon vem direto da MotoGP. O brasileiro Eric Granado e a pilota María Herrera são outros com contratos assinados.

 
Gibernau competiu na MotoGP entre 1997 e 2009. O auge veio no começo dos anos 2000: em 2003 e 2004, o espanhol foi superado apenas por ninguém menos que Valentino Rossi.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube