VÍDEO: Irmãos Márquez voltam a pilotar na Espanha após 69 dias em isolamento

Depois de mais de dois meses longe das motos, Marc e Álex Márquez voltaram a guiar na última terça-feira (19) na pista ‘El Bosquet’, em Pont. Assim como a maioria de seus colegas, a dupla espanhola estava cumprindo o isolamento decorrente da pandemia do novo coronavírus


 
Aos poucos, a vida começa a recobrar a normalidade na Europa. Depois de 69 dias longe das motos, os irmãos Márquez voltaram às pistas no último dia 19, quando puderam sair do confinamento resultante da pandemia do novo coronavírus e guiar na pista de motocross de ‘El Bosquet’, em Pont, na província de Lérida. 
 
Em 14 de março, o primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, decretou estado de emergência e impôs restrição de mobilidade em todo o país. As pessoas só podiam deixar suas casas quando o deslocamento fosse estritamente necessário. 
Marc Márquez (Foto: Javi Echevarria)
Paddockast #61
VETTEL: ACERTOS, ERROS E… AZAR NA FERRARI

Ouça:

Spotify | iTunes | Android | playerFM

Desde o último dia 9, a Espanha começou a afrouxar o chamado lockdown, por meio de um processo em duas fases, que passou a permitir uma maior liberdade da população. 
 
Assim, Marc e Álex puderam voltar à ativa, desde que seguindo recomendações das autoridades de saúde do país. 
 
“Depois de dois meses, honestamente, foi um pouco estranho no início voltar à moto nas primeiras voltas. Mas logo me senti melhor, já que todos os músculos e a mente começaram a se lembrar de tudo mais uma vez”, disse Marc. “Foi realmente bom poder voltar à moto, essa é uma sensação que você não pode encontrar em nenhum outro lugar. Passo a passo, nós estamos chegando mais e mais perto de uma vida normal e isso é o mais importante”, destacou o #93.
 
Caçula da família de Cervera, Álex lembrou que o mundo ainda não conseguiu voltar ao normal por conta da pandemia.
Álex Márquez (Foto: Javi Echevarria)
“É ótimo poder voltar a um treinamento mais normal e foi um verdadeiro prazer voltar a um circuito de motocross”, comentou o #73. “Quando algo assim é a sua paixão, você sempre curte bastante, então foi especial pilotar, você precisa da moto na sua vida. Na parte final, foi como se tudo estivesse normal. Infelizmente, o mundo ainda não está de volta ao normal e nós, como pilotos, assim como todas as pessoas, temos de continuar nos adaptando e fazendo nosso melhor nessa situação. Tomara que possamos ter mais dias como o de hoje”, completou.
 
De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), a Espanha somou até o dia 20 um total 232.037 casos de COVID-19, com 27.778 mortes. No mundo, o total de casos ultrapassou a marca de 4,7 milhões, com mais de 318 mil mortes. 
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube