Vietti marca melhor tempo em terceiro treino molhado da Moto3 na Áustria

Com a marca de 1min42s775, o piloto da VR46 ficou como o mais rápido do TL3. Por conta das condições, os pilotos não conseguiram baixar os tempos da sexta-feira

Celestino Vietti mostrou bom desempenho no terceiro treino livre da Moto3 na Áustria. Neste sábado (15), ao anotar 1min42s775, o italiano se colocou como o mais rápido na última sessão antes da classificação.

A manhã no Red Bull Ring começou molhada. Por conta das condições, os pilotos não conseguiram se aproximar das marcas feitas durante os primeiros treinos do fim de semana, ficando a pouco mais de 0s620 do melhor tempo da sexta-feira.

Ai Ogura foi quem ficou na segunda colocação, com 0s476 mais lento que Vietti. Raúl Fernández se colocou na terceira colocação. Maximiliam Kofler foi o quarto, com Andrea Migno completando os cinco primeiros.

Albert Arenas não apareceu muito ao longo dos 40 minutos de treino. O líder da classificação, com vaga já garantida para o Q2 de mais tarde, fez 1min44s156 e terminou com a 16ª colocação da tabela.

Vietti foi o mais rápido do terceiro treino (Foto: Reprodução)

Saiba como foi o terceiro treino livre da Moto3 na Áustria

A Moto3 foi para a pista para o terceiro treino livre do fim de semana e encarou pista totalmente molhada. Isso dificultaria a vida dos pilotos que precisariam melhorar as marcas da sexta-feira para tentar avançar direto ao Q2 da classificação.

Com os primeiros minutos rodados da sessão, Romano Fernati foi o primeiro a anotar tempo rápido. Mas logo o italiano seria jogado para baixo, com Sergio García sendo o mais rápido com 1min46s076. Kaito Toba e Jason Dupasquier vinham logo atrás do espanhol.

Os 14 nomes que, até o momento, tinham vaga garantida na segunda fase da tomada de tempos eram Tony Arbolino, John McPhee, Jaume Masià, Celestino Vietti, Nicolò Antonelli, Raúl Fernández, Toba, Ai Ogura, Gabriel Rodrigo, Andrea Migno, Albert Arenas, Tatuski Suzuki, Dennis Foggia e Filip Salac.

Restando 20 minutos para o fim da sessão corrente, Masià liderava com 1min44s227. A marca era quase 0s8 mais lenta que o melhor tempo marcado nos treinos combinados na sexta-feira. Migno, Ogura, McPhee e Vietti vinham para fechar o top-5.

Barry Baltus, Carlos Tatay e Ryusei Yamanaka, oitavo, 16º e 18º, respectivamente eram os pilotos com mais voltas completadas na sessão. Com pouco mais de dez minutos para zerar o cronômetro, o trio havia feito 16 giros. Por outro lado, com apenas oito, Deniz Öncü era o que menos tinha rodado.

Perto do encerramento do treino, o asfalto havia criado uma trilha seca, o que permitia com que os pilotos baixassem consideravelmente os tempos. Vietti tratou de saltar para a ponta ao fazer 1min43s140, com Ogura, 0s111, aparecendo em quinto. Maximiliam Kofler era o terceiro.

Quem vinha em desempenho bastante discreto ao longo dos 40 minutos de sessão era Arenas. O líder da classificação estava apenas em 18º com 1min44s449, 1s674 mais lento que o ponteiro. O espanhol havia feito 16 voltas.

No fim, Toba protagonizou um acidente na curva 1. O japonês acabou balançando em cima da moto e foi com violência ao chão. Parando no meio da pista, atravessou para a área de escape no meio dos adversários que vinham em sua direção, mas nada de mais grave aconteceu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube