MotoGP

Viñales coloca Yamaha à frente de Suzuki e Ducati no primeiro dia de testes no Catar. Lorenzo volta e é 21º

Maverick Viñales cravou 1min55s051 na melhor das 50 voltas que completou neste sábado (23) e colocou a Yamaha no topo da tabela de tempos com 0s108 de margem para Álex Rins, o segundo colocado. Andrea Dovizioso fecha o top-10. Voltando às pistas após fraturar o escafoide esquerdo, Jorge Lorenzo ficou em 21º
Grande Prêmio / JULIANA TESSER, de São Paulo
Maverick Viñales colocou a Yamaha no topo da tabela de tempos no primeiro dia de testes da MotoGP no Catar. O #12 completou um total de 50 voltas neste sábado (23) e fechou o dia com 0s108 de vantagem para Álex Rins, o segundo colocado. Andrea Dovizioso completou o rol dos três primeiros.
 
A segunda bateria de testes da pré-temporada começou em um ritmo lento. Nas primeiras horas de pista liberada em Losail, Cal Crutchlow e Franco Morbidelli foram os únicos a rodar, enquanto a maioria esperava pelo cair da noite para encontrar condições um pouco mais próximas daquelas da corrida em si.
Maverick Viñales (Foto: Reprodução/Twitter)
Às 17h30 (local), a pista começou a ganhar movimentação, com Marc Márquez já saltando para o topo da tabela. Alguns minutos depois, Jorge Lorenzo foi para a pista pela primeira vez em 2019 depois da fratura sofrida no escafoide esquerdo.
 
Sem muita demora, Danilo Petrucci avançou para o topo da tabela, abrindo mais 0s8 de margem para Márquez. Com quase duas horas de pista liberada, apenas Karel Abraham e Tito Rabat ainda não tinham registrado tempo.
 
Minutos mais tarde, agora com todos os pilotos com tempos devidamente anotados, Dovizioso assumiu o comando da sessão com 1min56s645, 0s034 melhor que Petrucci. 
 
Na sequência, foi a vez de Viñales cumprir seu turno na ponta. O #12 assumiu o comando com 1min56s280, com Rins ficando com a segunda colocação. O piloto da Suzuki, aliás, estava testando um novo escapamento duplo na GSX-RR neste sábado.
 
O espanhol, por sinal, se instalou no topo da tabela instantes mais tarde, com 1min56s148, 0s121 melhor que Petrucci, o segundo colocado. Viñales era agora o terceiro.
 
Mais atrás, Quartararo saltou para a quinta colocação, 0s419 atrás do líder e 0s203 mais rápido que Morbidelli, o sexto.
 
Perto da marca de 2h para o fim da sessão, Dovizioso assumiu o comando dos trabalhos com 1min55s550, com Petrucci colado 0s044 atrás. 
 
Ainda me fase de recuperação após a cirurgia no ombro esquerdo, Márquez sofreu uma queda na curva 16 de Losail, mas não se machucou. 
 
Já na hora final da atividade, os tempos voltaram a cair. Viñales cravou 1min55s051 e assumiu o comando, 0108 melhor que Rins. Dovizioso e Petrucci vinham em seguida, com Rossi fechando um top-5 separado por 0s553.
 
Nos minutos finais, as posições seguiram inalteradas na tabela, já que poucos pilotos permaneceram rodando. Assim, Maverick ficou com a liderança, seguido por Rins e Dovizioso.
 
Com 1min55s594 na melhor de suas 37 voltas, Danilo Petrucci assegurou o quarto tempo, à frente de Valentino Rossi, que foi só 0s010 mais lento. Tito Rabat também deixou para trás as lesões da temporada passada e ficou com o sexto posto.
 
Estreante na MotoGP, Fabio Quartararo começou o teste em Losail com o pé direito. O #20 completou a melhor de suas 45 voltas em 1min55s943 e ficou em sétimo, 0s171 à frente de Takaaki Nakagami, o oitavo. Pol Espargaró aparece na sequência.
 
Mais em forma do que no teste da Malásia, Márquez fez um total de 34 voltas e, mesmo com uma queda, ficou em décimo, 1s116 atrás do ponteiro. Joan Mir é o 11º.
Jorge Lorenzo voltou a pilotar após a lesão que sofreu na mão esquerda (Foto: Repsol)
Com 1min55s358, Aleix Espargaró foi a melhor Aprilia, mas ficou só 0s089 à frente de Andrea Iannone, o 13º Franco Morbidelli e Francesco Bagnaia completam a lista dos 15 melhores.
 
Ainda se adaptando à KTM, Johann Zarco foi 1s719 mais lento que Maverick e acabou com o 16º posto, 0s121 mais rápido que Miguel Oliveira, Cal Crutchlow foi o 18º.
 
Voltando de lesão, Jorge Lorenzo completou 38 voltas e, com 1min57s090, ficou com o 21º tempo, 2s039 atrás de Viñales.
 


MotoGP 2019, Catar, Losail, dia 1:

1 M VIÑALES Yamaha 1:55.051   48 50
2 A RINS Suzuki 1:55.159 +0.108 45 48
3 A DOVIZIOSO Ducati 1:55.550 +0.499 23 29
4 D PETRUCCI Ducati 1:55.594 +0.543 25 37
5 V ROSSI Yamaha 1:55.604 +0.553 42 47
6 T RABAT Avintia Ducati 1:55.694 +0.643 44 44
7 F QUARTARARO SIC Yamaha 1:55.772 +0.721 42 44
8 T NAKAGAMI LCR Honda 1:55.943 +0.892 28 39
9 P ESPARGARÓ KTM 1:56.040 +0.989 43 44
10 M MÁRQUEZ Honda 1:56.167 +1.116 26 30
11 J MIR Suzuki 1:56.264 +1.213 47 49
12 A ESPARGARÓ Aprilia Gresini 1:56.358 +1.307 24 31
13 A IANNONE Aprilia Gresini 1:56.511 +1.460 45 47
14 F MORBIDELLI SIC Yamaha 1:56.622 +1.571 24 26
15 F BAGNAIA Pramac Ducati 1:56.738 +1.687 27 45
16 J ZARCO KTM 1:56.770 +1.719 24 49
17 M OLIVEIRA Tech3 KTM 1:56.891 +1.840 28 39
18 C CRUTCHLOW LCR Honda 1:56.921 +1.870 23 41
19 J MILLER Pramac Ducati 1:56.932 +1.881 33 46
20 K ABRAHAM Avintia Ducati 1:57.053 +2.002 22 39
21 J LORENZO Honda 1:57.090 +2.039 31 38
22 B SMITH Aprilia Gresini 1:57.137 +2.086 29 44
23 H SYAHRIN Tech3 KTM 1:57.459 +2.408 30 44