MotoGP

Viñales diz que Yamaha “me fez piloto melhor”, mas vê 2018 como temporada mais dura da carreira

Maverick Viñales tirou importantes lições de sua passagem pela Yamaha. Avaliando seu 2018 como a temporada mais difícil da carreira, o espanhol ao menos olhou para o copo meio cheio, dizendo que as dificuldades enfrentadas o fizeram mais forte
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Maverick Viñales (Foto: Divulgação/MotoGP)
Maverick Viñales está tentando ver o copo meio cheio de sua passagem pela Yamaha. Enfrentando uma difícil fase, o espanhol reconheceu que a temporada de 2018 tem sido a mais difícil da carreira, mas tem sido importante para seu crescimento.
 
O #25 chegou como um meteoro na equipe japonesa. Em seu primeiro campeonato com as cores do time japonês, logo conquistou duas vitórias nas duas primeiras etapas. Naquele ano, conseguiu mais um triunfo e terminou em terceiro.
 
Entretanto, em 2018 tem encontrado um cenário bastante diferente. Com uma Yamaha que tem sofrido para encaixar bons resultados, o espanhol não tem conseguido mostrar o desempenho desejado – apesar de ser quem encerrou o jejum de vitórias do time.
 
“Desde que estou aqui, sim, 2018 tem sido o mais difícil. 2012 foi duro, mas estava apenas na Moto3, não é essa grande classe. Sabe, quando você cresce, entende muitas coisas, você entende o que realmente quer, e o que eu quero é um título”, apontou.
Maverick Viñales (Foto: Yamaha)
“É o que mais quero na minha vida. Então, quando comecei em 2016, senti que conseguiria. Já no meu primeiro ano, em 2017, quando comecei muito bem, pensei que era meu ano. E então as coisas começaram a ir errado, e errado, e errado”, continuou.
 
“É sempre difícil, mas tenho essas duas temporadas como construtivas, positivas, tentando esquecer os maus momentos. Pois finalmente me fizeram mais forte, e me fizeram um piloto melhor para o futuro. Então há muitos anos por vir, e espero que eu possa ser um dos grandes”, sublinhou.
 
Após a etapa de Valência, os pilotos ficam no circuito para os testes pós-temporada, algo visto com bastante animação por Maverick. “Estou muito animado, motivado. Muito feliz em começar a nova temporada, tentar mudar um pouco o modo de trabalhar, e acho que precisamos ser um pouco mais inteligentes, capazes de entender o que a moto precisa para ser mais rápida”.
 
“Estou curioso para ver e, como eu disse, estou feliz que estou realmente motivado, que finalmente fomos bem nas últimas quatro corridas e que posso novamente estar confiante na moto, que era bastante importante para mim, pois quando chega sem confiança, motivação, torna o trabalho difícil”, encerrou.