MotoGP

Viñales domina classificação no Catar e larga na pole na abertura da temporada da MotoGP. Quartararo é 5º

Maverick Viñales dominou o treino classificatório da MotoGP de ponta a ponta e assegurou a pole-position para o GP do Catar. 0s198 mais lento, Andrea Dovizioso ficou com o segundo posto, com Marc Márquez salvando a terceira colocação na tentativa final. Estreante, Fabio Quartararo vai sair no centro da segunda fila
Grande Prêmio / JULIANA TESSER, de São Paulo / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
GUIA 2019
🏁 MotoGP abre 2019 imprevisível e com promessa de alta competitividade
🏁 Por equilíbrio, MotoGP introduz mudanças aerodinâmica e eletrônica
🏁 Yamaha mostra evolução. Mas a dúvida permanece: é o suficiente?
🏁 Ducati sai da pré-temporada forte e vê chance de recuperar título
🏁 Honda carrega mistério: Márquez e Lorenzo vão se aguentar sem brigas?
🏁 Após anos de 'chove e não molha', Suzuki vê chance de dar próximo passo
🏁 KTM tem Pedrosa como trunfo e chance de acelerar evolução da RC16
🏁 Aprilia mira evolução e busca recuperação após 2018 decepcionante
🏁 Moto2 tem motor Triumph, mudança na classificação e classe talentosa
🏁 Moto3 traz nova classificação, volta de Fenati, time de Biaggi e promessa Öncü
🏁 Até com Gibernau, Mundial estreia Copa do Mundo de MotoE em 2019

Deu Yamaha na primeira classificação da temporada 2019 da MotoGP. Maverick Viñales apareceu dominante na noite deste sábado (9) e não deu chances à concorrência para garantir a posição de honra no grid de Losail.
 
No topo da tabela desde o primeiro giro no Q2, Maverick aproveitou a penúltima de suas sete voltas para cravar 1min53s546 e assegurar a pole com 0s198 de margem para Andrea Dovizioso, o segundo colocado.
 
Discreto ao longo de toda a sessão, Marc Márquez tirou vantagem da referência de Danilo Petrucci em sua volta final e saltou para o terceiro posto, apenas 0s001 mais lento que o #4.
 
Jack Miller flertou com a primeira fila, mas uma queda na curva dois já na metade final da sessão o deixou com o quarto posto, 0s137 mais rápido que Fabio Quartararo, o melhor entre os estreantes.
Maverick Viñales (Foto: Yamaha)
Cal Crutchlow fez sua melhor volta em 1min54s095 e ficou com o sexto posto, 0s105 mais rápido do que Petrucci, o sétimo. 0s690 atrás de Maverick, Franco Morbidelli aparece em oitavo, seguido por Takaaki Nakagami. 
 
Ao contrário da pré-temporada, a Suzuki não foi um grande destaque neste fim de semana. Álex Rins ficou só com o décimo posto, 0s133 à frente de Joan Mir. Aleix Espargaró completa o top-12.
 
Um dos destaques da pré-temporada, Francesco Bagnaia ficou a 0s041 de uma vaga no Q2, mas acabou apenas com o 13º posto no grid. Valentino Rossi, que teve um TL1 bastante positivo, não conseguiu se entender com a noite de Losail e, com 1min54s537, vai largar apenas em 14º.
 
Depois de um belo susto na tarde deste sábado, inclusive com tour pelo centro médico, Jorge Lorenzo abriu o Q2 com ritmo forte, mas uma queda na curva 2 o impediu de lançar um ataque final ao topo da tabela. Com 1min54s563, o #99 vai largar em 15º, à frente de Johann Zarco, Miguel Oliveira e Tito Rabat, que também levou um belo tombo.
 
Com 1min55s464, Andrea Iannone vai largar em 19º em sua estreia pela Aprilia. Karel Abraham vem na sequência, escoltado por Johann Zarco, que levou dois tombos na curva 2, primeiro no TL4 e, depois, no Q1. Hafizh Syahrin e Bradley Smith ficaram com os dois últimos postos.

Petrucci lidera grande parte da sessão e termina último treino livre na ponta

A ação não parava no Catar. Após as classificações da Moto3 e Moto2, foi a vez da MotoGP entrar na pista para o quatro treino livre. Quando os pilotos deixaram os boxes, o termômetro indicava 17ºC, com o asfalto batendo 17ºC.
 
Após as primeiras voltas de instalação, foi Viñales quem conseguiu a primeira posição da tabela, mas rapidamente mais nomes passaram pelo primeiro posto. Quem estacionou como o mais rápido foi Rins com 1min55s979.
 
As coisas seguiam animadas em Losail. Quartararo foi quem saltou para o primeiro posto ao baixar consideravelmente a antiga marca. Viñales era o segundo, com Iannone, Morbidelli e Aleix Espargaró vindo logo em seguida.
 
Então, com 19 minutos para o fim, Márquez sofria a segunda queda do dia. Na curva 6, o piloto acabou parando na área de escape da pista, mas logo se levantou e voltou para a pista. Quem liderava a sessão naquele momento era Petrucci, seguido por Miller e Dovizioso.
 Com 14 minutos para a bandeira quadriculada, a ordem na tabela era Petrucci, Miller, Viñales, Dovizioso, Quartararo, Márquez, Mir, Aleix Espargaró, Nakagami e Morbidelli.

Com a bandeira quadriculada tremulando no Catar, Petrucci garantiu a liderança do último treino livre com 1min54s854. Viñales veio em segundo, com Dovizioso, Milles e Quartararo completando o top-5.

Crutchlow e Nakagami mostram bom desempenho para assegurar vagas para Q2 no Catar
 
A MotoGP foi a última classe a disputar a classificação no Catar. Zarco, Abraham, Iannone, Nakagami, Crutchlow, Smith, Pol Espargaró, Rossi, Rabat, Syahrin, Bagnaia, Oliveira e Lorenzo eram os nomes que brigariam pelas duas últimas vagas do Q2.
 
Assim que sessão foi liberada, logo deixaram as garagens para se dirigirem para a pista. A maior parte dos pilotos optou por dois pneus macios, com exceção de Nakagami, Crutchlow e Oliveira, que foram de médio dianteiro.
 
O português Oliveira foi o primeiro a aparecer no topo da tabela, mas logo foi superado por Nakagami e depois por Lorenzo, que cravou 1min54s563 e era o primeiro a assegurar a vaga para a fase final da tomada de tempos.
 
Com sete minutos para o encerramento da sessão, quem garantia as duas vagas para o Q2 era Crutchlow, com 1min54s561, e Lorenzo, com 0s002 mais lento. O espanhol estava nos boxes nesse momento.

Nos minutos finais da sessão, então, Lorenzo sofreu um grande golpe de má sorte. Quando vinha em uma volta rápida, o espanhol acabou perdendo a dianteira da moto e foi ao chão na curva 2 quando sustentava a segunda posição da tabela.
 
O cronômetro zerou no Catar e a primeira parte da classificação estava encerrada. Quem avançou para a fase final foi Crutchlow, que cravou 1min54s270, e Nakagami, que fez 1min54s431.

Viñales domina classificação e fica com primeira pole-position de 2019 no Catar

A classe rainha do Mundial então se dirigiu para os últimos 15 minutos de atividades no Catar. Crutchlow e Nakagami se juntaram a Dovizioso, Petrucci, Viñales, Quartararo, Morbidelli, Mir, Aleix Espargaró, Rins, Miller e Márquez para brigar pela pole-position.
 
Morbidelli foi o primeiro nome a figurar na primeira posição da tabela, mas logo mais pilotos foram superando o ítalo-brasileiro. Quem acabou se estabelecendo na ponta foi Nakagami com 1min54s585.
 
Mas a liderança do japonês não iria durar muito, pois Viñales baixaria o tempo para 1min53s844 e pegaria para si a pole-position provisória. Nakagami, Rins, Quartararo, Dovizioso, Morbidelli, Miller, Aleix, Crutchlow, Mir, Márquez e Petrucci vinham em seguida.
 
Com seis minutos para o encerramento da sessão, todos os pilotos estavam nos boxes para a parada programada. O titular da Yamaha era o único piloto na casa do 1min53s.
 
A sessão caminhava para o fim, os pilotos estavam de volta ao traçado e era Maverick quem ainda sustentava a pole-position provisória. Quem seguia o espanhol de perto era Dovizioso, com Miller, que sofreu uma forte queda, em terceiro.
 
Com tudo encerrado no Catar, quem conseguiu a primeira posição de honra do grid do ano foi a Yamaha com Viñales. Dovizioso é quem larga em segundo, com Márquez completando a primeira fila em Losail.

MotoGP 2019, Catar, Losail, Grid de largada:

1 M VIÑALES Yamaha 1:53.546  
2 A DOVIZIOSO Ducati 1:53.744 +0.198
3 M MÁRQUEZ Honda 1:53.745 +0.199
4 J MILLER Pramac Ducati 1:53.809 +0.263
5 F QUARTARARO SIC Yamaha 1:53.946 +0.400
6 C CRUTCHLOW LCR Honda 1:54.095 +0.549
7 D PETRUCCI Ducati 1:54.200 +0.654
8 F MORBIDELLI SIC Yamaha 1:54.236 +0.690
9 T NAKAGAMI LCR Honda 1:54.239 +0.693
10 A RINS Suzuki 1:54.257 +0.711
11 J MIR Suzuki 1:54.390 +0.844
12 A ESPARGARÓ Aprilia Gresini 1:54.917 +1.371
13 F BAGNAIA Pramac Ducati 1:54.472 +0.926
14 V ROSSI Yamaha 1:54.537 +0.991
15 J LORENZO Honda 1:54.563 +1.017
16 P ESPARGARÓ KTM 1:54.740 +1.194
17 M OLIVEIRA Tech3 KTM 1:55.122 +1.576
18 T RABAT Avintia Ducati 1:55.428 +1.882
19 A IANNONE Aprilia Gresini 1:55.464 +1.918
20 K ABRAHAM Avintia Ducati 1:55.642 +2.096
21 J ZARCO KTM 1:55.797 +2.251
22 H SYAHRIN Tech3 KTM 1:55.937 +2.391
23 B SMITH Aprilia Gresini 1:56.036 +2.490
         
REC J LORENZO Yamaha 1:54.927 168.5  km/h
MV M MÁRQUEZ Honda 1:53.380 170.8 km/h
         
  Condições do tempo PISTA SECA   ar: 17ºC | pista: 16ºC