Viñales imprime ritmo forte e lidera dobradinha da Yamaha com Folger na Holanda. Dovizioso é quarto

Maverick Viñales reagiu após um primeiro treino apagado e garantiu a liderança da segunda sessão livre em Assen com 0s367 de margem para Jonas Folger, o segundo colocado. Marc Márquez ficou com o terceiro tempo, seguido por Andrea Dovizioso, o vice-líder do Mundial. Valentino Rossi ficou com a sexta marca

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Maverick Viñales reagiu após um treino discreto na manhã desta sexta-feira (23). Rodando com pneus usados no primeiro dia, o #25 ficou fora do top-10, mas voltou para a pista nesta tarde para impor seu ritmo.
 
Com a melhor de suas 20 voltas em 1min33s130, o líder do Mundial garantiu o topo da tabela em uma dobradinha da Yamaha com Jonas Folger, que foi 0s367 mais lento. Marc Márquez completa o top-3.
Maverick Viñales foi o mais rápido desta sexta-feira em Assen (Foto: Michelin)
Vice-líder do Mundial, Andrea Dovizioso avançou na parte final da sessão e ficou com o quarto tempo, 0s038 à frente de Cal Crutchlow, que foi para a pista com a carenagem aerodinâmica da Honda nesta tarde.
 
Valentino Rossi completou um total de 19 voltas, a última delas em 1min33s830, e ficou com o sexto posto, 0s700 mais lento que o companheiro de equipe.
Danilo Petrucci garantiu a sétima marca, à frente de Johann Zarco e Álvaro Bautista. 1s018 atrás de Viñales, Dani Pedrosa completa a lista dos dez mais rápidos. Jorge Lorenzo ficou em 14º.
 
Saiba como foi o segundo treino da MotoGP em Assen:
 
A chuva que ameaçou cair no fim do segundo treino da Moto3 se manteve longe de Assen, permitindo que a MotoGP iniciasse o segundo treino do dia com pista seca. No início da tarde, os termômetros marcavam 21°C, com o asfalto chegando a 30°C. A velocidade do vento era de 24 km/h.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Nesta segunda sessão do dia, Cal Crutchlow foi para a pista com a carenagem aerodinâmica da Honda, uma peça que foi homologada no início do ano, mas que ainda não tinha sido colocado em uso.
 
Com 1min35s120, Marc Márquez começou a sessão no topo da tabela, 0s434 à frente de Danilo Petrucci, o segundo colocado. Na sequência, Viñales assumiu a liderança 0s263 melhor que Petrucci, com Márquez ficando em terceiro.
 
No giro seguinte, Viñales baixou sua marca, mas não se manteve na ponta já que Folger virou 0s015 melhor. Márquez também não deixou o piloto da Tech3 na ponta e ficou com o comando da sessão por 0s013.
 
Folger logo respondeu e retomou a liderança com 1min33s898, 0s360 melhor que Márquez. Viñales era o terceiro, à frente de Miller, Aleix, Petrucci e Crutchlow. Rossi era 16º.
 
Com cerca de 15 minutos de sessão, as bandeiras de chuva voltaram a aparecer em Assen, mas nada que mudasse muito as condições de pista. Ainda assim, quase todos foram para os boxes, com exceção de Crutchlow, que seguiu rodando. O top-10 tinha Folger, Márquez, Viñales, Miller, Aleix, Petrucci, Cal, Dovizioso, Redding e Iannone.
 
Depois de alguns minutos parados, os pilotos retomaram a atividade, ainda sem muita influência da chuva. Iannone, porém, teve problemas com a GSX-RR e teve de voltar de carona aos boxes da Suzuki.
 
Com um pneu médio na frente e um duro atrás, Rossi baixou para 1min34s969 e assumiu a nona colocação, 1s071 atrás de Folger, que seguia no topo da tabela. Mais atrás, Lowes melhorou e aparecia em 12º.
 
Na sequência, Viñales superou a marca de Folger por 0s077 e se colocou na liderança, com Márquez em terceiro, à frente de Pedrosa e Miller. Rossi era oitavo.
 
Com a ameaça de chuva no sábado, este segundo treino tinha especial importância, já que os pilotos tentavam garantir uma vaga direto no Q2 do treino classificatório.
 
Depois de uma última parada nos boxes, Lowes voltou para a pista e teve um revés com um tombo que não teve consequências físicas.
 
Enquanto isso, Zarco avançou para o terceiro posto, completando uma trinca da Yamaha. Pouco depois, porém, Petrucci saltou para a segunda colocação, 0s069 mais lento que Viñales. Crutchlow era o quinto, à frente e Márquez.
 
Com pouco menos de quatro minutos para o fim da sessão, Márquez cravou 1min33s782 e tomou a liderança da sessão, mas caiu para segundo pouco depois, com Viñales 0s086 melhor. Dovizioso também melhorou e avançou para o terceiro posto. Mais atrás, Rossi era o décimo, 0s454 de atraso em relação ao companheiro de Yamaha.
 
Em seu 18º giro, Maverick chegou a 1min33s130, abrindo 0s652 de vantagem para Márquez, que seguia em segundo. Na sequência, Folger baixou seu tempo e pulou para segundo, cortando para 0s367 a margem do #25.

MotoGP, GP da Holanda, Assen, 2º Treino Livre:
1 25 MAVERICK VIÑALES ESP YAMAHA 1:33.130  
2 94 JONAS FOLGER ALE TECH3 YAMAHA 1:33.497 +0.367
3 93 MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 1:33.782 +0.652
4 4 ANDREA DOVIZIOSO ITA DUCATI 1:33.790 +0.660
5 35 CAL CRUTCHLOW ING LCR HONDA 1:33.828 +0.698
6 46 VALENTINO ROSSI ITA YAMAHA 1:33.830 +0.700
7 9 DANILO PETRUCCI ITA DUCATI 1:33.890 +0.760
8 5 JOHANN ZARCO FRA TECH3 YAMAHA 1:33.986 +0.856
9 19 ÁLVARO BAUTISTA ESP ASPAR DUCATI 1:34.103 +0.973
10 26 DANI PEDROSA ESP HONDA 1:34.148 +1.018
11 17 KAREL ABRAHAM RTC ASPAR DUCATI 1:34.299 +1.169
12 43 JACK MILLER AUS MARC VDS HONDA 1:34.337 +1.207
13 41 ALEIX ESPARGARÓ ESP APRILIA 1:34.491 +1.361
14 99 JORGE LORENZO ESP DUCATI 1:34.523 +1.393
15 45 SCOTT REDDING ING PRAMAC DUCATI 1:34.596 +1.466
16 76 LORIS BAZ ESP AVINTIA DUCATI 1:34.605 +1.475
17 29 ANDREA IANNONE ITA SUZUKI 1:34.617 +1.487
18 8 HECTOR BARBERÁ ESP AVINTIA DUCATI 1:34.759 +1.629
19 42 ÁLEX RINS ESP SUZUKI 1:34.923 +1.793
20 22 SAM LOWES ING APRILIA 1:35.039 +1.909
21 53 TITO RABAT ESP MARC VDS HONDA 1:35.185 +2.055
22 44 POL ESPARGARÓ ESP KTM 1:35.373 +2.243
23 38 BRADLEY SMITH ING KTM 1:36.334 +3.204
             
RECORDE MARC MÁRQUEZ ESP HONDA 1:33.617 174.6 km/h
MELHOR VOLTA VALENTINO ROSSI ITA YAMAHA 1:32.627 176.5 km/h
             
    Condições do tempo   PISTA SECA   ar: 22°C | pista: 31ºC

#GALERIA(7087)

NOVA DERROTA EM 2017 MOSTRA QUE TOYOTA E LE MANS SÃO COMO ‘ÁGUA E ÓLEO’

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube