Viñales tenta, cai e Cortese registra melhor marca no segundo treino da Moto3 em Motegi

Maverick Viñales tentou acompanhar o ritmo de Sandro Cortese, mas não foi páreo para o rival. Germânico depende de uma combinação de resultados, mas pode ser campeão já no Japão

Falta muito pouco para que Sandro Cortese coloque as mãos no troféu de campeão da Moto3 na temporada de 2012 e germânico chegou no Japão mostrando que não quer adiar seu triunfo. O piloto da Red Bull KTM Ajo mostrou força no segundo treino livre desta sexta-feira (12) e bateu os rivais com folga.

Maverick Viñales ainda tentou acompanhar o ritmo do rival, mas sofreu uma queda assim que marcou 1min59s799 e se instalou no segundo posto. Apesar de seu esforço para voltar à pista, o espanhol acabou ficando fora do restante da sessão e viu Cortese dominar com a marca de 1min59s448. ZulFahmi Khairuddin conseguiu ser mais rápido no final e completa o top-3.

 

Cortese pode ser campeão já no Japão (Foto: MotoGP)

Romani Fenati também exibiu um bom ritmo no circuito nipônico e ficou com a quarta marca, à frente de Louis Rossi e Luis Salom. Miguel Oliveira foi o sétimo, à frente de Danny Kent e Jonas Folger. Alessandro Tonucci completa a lista dos dez primeiros colocados.

Para ficar com o título já neste fim de semana, Cortese precisa vencer e torcer para que Salom não pontue e Viñales não chegue ao pódio de Motegi.
 

Saiba como foi o segundo treino da Moto3 no Japão:
 
O segundo treino da Moto3 começou bastante movimentando com maior parte dos pilotos deixando os boxes ainda nos minutos iniciais da sessão. Fenati foi o primeiro a liderar, seguido por Kent, que logo perdeu a posição para Viñales. 
 
Khairuddin assumiu a ponta com 2min00s989, 0s197 mais rápido que Fenati. A liderança do malaio, no entanto, durou pouco, já que Salom cravou 2min00s427 e passou a ditar o ritmo. Oliveira também foi melhor e era segundo.
 
Com metade da sessão completada, Fenati melhorou sua marca e assumiu a segunda posição, baixando seu tempo na sequência e se colocando a 0s004 de Salom. 
Oliveira exibiu bom ritmo em Motegi (Foto: MotoGP)
Cortese registrou 2min00s160 e destruiu o tempo de Salom por uma diferença de 0s267.  Sandro não ficou satisfeito e tratou logo de baixar da marca de 2min. O germânico anotou 1min59s713 e abriu 0s714 de vantagem.
 
Faltando pouco menos de 15 minutos para o fim, Viñales subiu para a segunda colocação e logo sofreu uma queda em Motegi. O espanhol não se feriu, mas, apesar de suas tentativas, não conseguiu voltar à pista.
 
Perto da barreira de três minutos para o fim, Rossi registrou as melhores três primeiras parciais do circuito, mas acabou perdendo tempo no último setor e permaneceu no quinto posto.
 
Cortese reagiu, baixou para 1min59s448 e manteve a ponta com 0s351 de folga para o tempo registrado por Viñales.

Moto3, GP do Japão, Motegi, 2º Treino Livre:

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube