MotoGP

Viñales vence disputa com Márquez no molhado e mantém Yamaha na frente no TL3 em Le Mans. Rins é 4º

Maverick Viñales aproveitou sua volta final na França nesta manhã de sábado (18) para superar Marc Márquez por 0s180 e garantir a liderança de um terceiro treino livre realizado em pista molhada. 0s453 mais lento que o piloto da Yamaha, Jack Miller ficou com o terceiro tempo

Grande Prêmio / JULIANA TESSER, de São Paulo

Maverick Viñales tratou de manter a Yamaha no topo da tabela de tempos da MotoGP mesmo com a pista molhada. Na última de suas 21 voltas na manhã deste sábado (18), o #12 superou Marc Márquez para ficar com o melhor tempo.
 
Confirmando a previsão do tempo, a classe rainha teve de tirar os pneus de chuva do armário nesta manhã, o que inviabilizou a melhora nos tempos combinados. Ainda assim, o TL3 foi de muita movimentação na folha de tempos.
 
Nos minutos finais desta atividade matutina Viñales e Márquez travaram uma disputa pela ponta, com Jack Miller participando ativamente da ‘brincadeira’. No fim, Maverick levou a melhor com 1min42s498, 0s180 mais rápido que o piloto da Honda. O australiano ficou mais 0s273 atrás.
Maverick Viñales (Foto: Yamaha)
Com 1min43s438, Álex Rins colocou a Suzuki no quarto posto, com Johann Zarco aparecendo como a melhor KTM na quinta colocação. Danilo Petrucci aparece na sequência.
 
Jorge Lorenzo segue empenhado em se entender com a RC213V e ficou com o sétimo tempo, 0s047 melhor que Pol Espargaró, que conseguiu o oitavo posto no apagar das luzes.
 
1s268 mais lento que Viñales, Andrea Dovizioso fez o nono melhor registro, 0s091 melhor que Valentino Rossi, o décimo. Joan Mir e Miguel Oliveira aparecem logo atrás.
 
O GP da França de MotoGP está marcado para o domingo, às96h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO.

Resultado de imagem para emoji microfonePaddockast #18: Fake News! As mentirinhas nada inocentes do esporte a motor



  Ouça no Spotify
  Ouça no iTunes
  Ouça no Android
  Ouça no playerFM

Saiba como foi o treino livre 3 do GP da França de MotoGP:
 
O sol entre nuvens de sexta-feira deu lugar a um sábado nublado e de chuva fina. Quando a MotoGP entrou na pista nesta manhã, os termômetros mediam 12°C, com o asfalto chegando a 14°C. A velocidade do vento era de 8 km/h.
 
Com o asfalto molhado, os pneus de chuva entraram em cena logo cedo. Valentino Rossi, que terá de passar pelo Q1 depois de perder vaga no top-10 combinado na sexta-feira, começou a manhã na ponta, mas logo viu Marc Márquez assumir o comando, 0s071 melhor que Álex Rins.
 
Na passagem seguinte, Jack Miller foi a 1min46s210 e assumiu o comando, 0s001 à frente de Márquez. Rins caiu para terceiro, seguido por Danilo Petrucci, Franco Morbidelli, Cal Crutchlow, Andrea Dovizioso, Rossi, Johann Zarco e Maverick Viñales.
 
Logo depois, com 1min46s196, Morbidelli assumiu a ponta, abrindo 0s017 de vantagem para Miller. Dovizioso também avançou e agora era o terceiro.
 
0s116 melhor, Viñales passou Morbidelli pela liderança, mas levou o troco, com o piloto SIC aparecendo 0s789 melhor. 
 
Ainda no primeiro terço da sessão, Joan Mir caiu na curva 13, mas escapou de ferimentos. O espanhol, no entanto, não conseguiu colocar a GSX-RR para funcionar e teve de voltar aos boxes da Suzuki empurrado por Jack Miller.
 
Enquanto isso, Morbidelli, que tinha um par de pneus de chuva médios, foi a 1min44s979 e ampliou para 1s098 sua margem em relação a Viñales. Márquez, porém, veio 0s016 melhor que o #21 para tomar a liderança. Petrucci assumiu brevemente a terceira colocação, mas logo foi batido pelo #12.

Rossi, então, subiu para a quarta colocação, 0s880 mais lento que o companheiro de Yamaha. Petrucci, Miller, Zarco, Quartararo, Dovizioso e Rins vinham na sequência.
 
Perto da barreira de 20 minutos para o fim, Miller foi a 1min44s841 e assumiu a ponta, afastando Viñales 0s019. 
 
Com a maioria dos pilotos parada nos boxes, o top-10 era composto por Miller, Viñales, Márquez, Morbidelli, Rossi, Petrucci, Lorenzo, Rins, Zarco e Quartararo. 1s797 mais lento que o líder, Dovizioso era o 11º.

Confortável na ponta, Miller foi ainda mais rápido e baixou sua marca para 1min44s211, 0s649 melhor que Viñales, o segundo colocado. Mais atrás, Rins subiu para a quinta colocação, 0s917 atrás de Jack.
 
2s010 mais lento que o ex-companheiro de LCR, Cal Crutchlow subiu para a nona colocação, 0s100 melhor que Zarco, o décimo. 

Enquanto isso, Rins melhorou mais um pouco e saltou para a segunda posição, reduzindo para 0s409 a margem de Miller na ponta. Na volta seguinte, a margem entre os dois caiu para 0s337.
 
Com pouco mais de 12 minutos de treino ainda pela frente, Dovizioso cravou 1min44s536 e saltou para o segundo posto, superando Rins por 0s012. Viñales, porém, apareceu instantes depois para derrubar o #4 para a terceira colocação e se colocar a 0s081 de Miller.
 
Andrea, porém, respondeu com um giro de 1min43s766 e tomou a liderança de Jack por 0s445. Mais atrás, Zarco subiu para a sétima colocação, 1s660 atrás do dono da dianteira.
 
Viñales, então, retomou a segunda colocação, só 0s002 mais lento que Dovizioso, mas Márquez apareceu pouco depois para, com 1min43s437, colocar a Honda no comando do TL3.

Mais para baixo na tabela, Rossi, com um par de pneus de chuva macios, saltou para o sétimo posto, ainda 1s3 atrás de Márquez. Quartararo também melhorou e foi para a oitava posição, 0s211 mais lento que o #46.
 
Com 1min43s673, Viñales subiu para a segunda colocação, cortando para 0s236 a margem de Márquez na liderança. Companheiro de Yamaha, Rossi se instalou na quinta colocação, 1s078 mais lento que o ponteiro.
 
 
Com menos de 5 minutos para o fim, Miller baixou para 1mim42s951 e reassumiu a liderança, passando Márquez por 0s456. Viñales caiu para terceiro, seguido por Dovizioso, Petrucci e Rossi.
 
Danilo, aliás, também conseguiu melhorar e assumiu o quarto posto, 0s279 melhor que Dovizioso, que caiu para quinto.
 
Viñales, então, alcançou 1min43s050 e subiu para o segundo posto, 0s099 mais lento que o australiano da Pramac. No giro seguinte, Maverick foi 0s122 mais rápido que o #43 e pegou a liderança, mas foi quase que imediatamente superado por um Márquez 0s145 melhor.
 
Rins também foi mais rápido e pulou para a quarta colocação, à frente de Petrucci, Dovizioso, Rossi, Lorenzo, Zarco e Moribidelli.
 
Já com a bandeira quadriculada tremulando em Le Mans, Viñales foi a 1min42s498, superou Márquez por 0s186 e retomou a ponta, com o espanhol apenas tendo tempo para descontar 0s006 da diferença e ficar com o segundo posto. 
 
Zarco saltou para a quinta colocação, com Oliveira se instalando em décimo, mas superado por Mir por 0s075. Pol Espargaró também avançou e se colocou em oitavo.
MotoGP 2019, GP da França, Le Mans, treino livre 3:

1 M VIÑALES Yamaha 1:42.498  
2 M MÁRQUEZ Honda 1:42.678 +0.180
3 J MILLER Pramac Ducati 1:42.951 +0.453
4 A RINS Suzuki 1:43.438 +0.940
5 J ZARCO KTM 1:43.452 +0.954
6 D PETRUCCI Ducati 1:43.487 +0.989
7 J LORENZO Honda 1:43.668 +1.170
8 P ESPARGARÓ KTM 1:43.715 +1.217
9 A DOVIZIOSO Ducati 1:43.766 +1.268
10 V ROSSI Yamaha 1:43.857 +1.359
11 J MIR Suzuki 1:43.942 +1.444
12 M OLIVEIRA Tech3 KTM 1:44.017 +1.519
13 F QUARTARARO SIC Yamaha 1:44.197 +1.699
14 K ABRAHAM Avintia Ducati 1:44.277 +1.779
15 C CRUTCHLOW LCR Honda 1:44.402 +1.904
16 F MORBIDELLI SIC Yamaha 1:44.403 +1.905
17 F BAGNAIA Pramac Ducati 1:44.989 +2.491
18 T NAKAGAMI LCR Honda 1:45.191 +2.693
19 T RABAT Avintia Ducati 1:45.559 +3.061
20 A ESPARGARÓ Aprilia Gresini 1:45.638 +3.140
21 H SYAHRIN Tech3 KTM 1:46.046 +3.548
22 A IANNONE Aprilia Gresini 1:47.711 +5.213
         
REC M VIÑALES Yamaha 1:32.309 163.2  km/h
MV J ZARCO Tech3 Yamaha 1:31.185 165.2 km/h
         
  Condições do tempo PISTA MOLHADA   ar: 12°C | pista: 14ºC




Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.