Yamaha envia motores para inspeção no Japão após problemas no GP da Espanha

A Yamaha mandou para a fábrica os propulsores utilizados na abertura da temporada 2020 da MotoGP após Valentino Rossi precisar abandonar a corrida do último domingo por conta de um alerta que recebeu no painel da YZR-M1

LEIA TAMBÉM
SUPER-HERÓIS DE CARNE E OSSO: os retornos mais impressionantes do Mundial

A Yamaha despachou para a fábrica no Japão os motores utilizados por Valentino Rossi e Maverick Viñales na abertura da temporada 2020 da MotoGP. A marca de Iwata quer inspecionar os propulsores após o italiano ter de abandonar o GP da Espanha por conta de um alerta no painel da YZR-M1.

No último domingo, a casa dos três diapasões começou o campeonato em alta com uma vitória de Fabio Quartararo, a primeira de um piloto satélite da Yamaha na era da MotoGP, e um segundo lugar de Maverick Viñales, mas também sofreu um revés com o abandono de Rossi.

Maverick Viñales liderou o treino desta manhã em Jerez (Foto: Yamaha)

“Tive um problema com a moto. Um alerta acendeu no painel e, portanto, tive de parar”, explicou Valentino na semana passada. “Agora os rapazes estão olhando o que aconteceu, mas foi um problema técnico”, acrescentou.

À emissora italiana Sky Sports, Massimo Meregalli, diretor do time, confirmou que os motores foram enviados ao Japão por conta de dois problemas diferentes.

“Ainda não sabemos o que aconteceu com o motor. Tivemos dois problemas e decidimos enviar os dois motores para o Japão”, disse Meregalli. “Os pilotos sentiram duas coisas diferentes: acendeu uma luz vermelha no painel de Valentino e o motor apagou. Viñales, por outro lado, ouviu barulhos estranhos e entrou na garagem ainda com o motor ligado. De qualquer forma, não esperamos problemas de confiabilidade”, explicou.

Por conta da redução do calendário de 2020 em meio à pandemia do novo coronavírus, a MotoGP também diminuiu o limite de motores para o ano. As fábricas que não contam com concessões ― Honda, Yamaha, Ducati e Suzuki ― podem utilizar cinco unidades, enquanto KTM e Aprilia podem usar até sete.

As fábricas, no entanto, pouco podem fazer em seus propulsores, já que o desenvolvimento é congelado. No entanto, a FIM (Federação Internacional de Motociclismo) pode abrir uma exceção em caso de risco à segurança.

Na quinta-feira, Rossi e Viñales disseram não estar interados do assunto, assim como Fabio Quartararo.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Andaluzia, terceira etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Paddockast #71 | A VOLTA DA STOCK CAR COM BUENO E ABREU
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube