Yamaha nega barreiras e diz que acordo entre Rossi e SRT é “questão de formalidades”

Lin Jarvis ressaltou a dificuldades em concluir o acordo que envolve três partes. O diretor da escuderia de Iwata, porém, deixou claro que não há nenhuma barreira para a mudança do multicampeão para a escuderia malaia

Valentino Rossi afirmou em julho passado que tinha decidido seguir na MotoGP em 2021. Mas apesar da opção do italiano, o acordo com a Yamaha SRT ainda não foi oficializado. E tudo por causa da burocracia.

Diretor da Yamaha, Lin Jarvis reconheceu que a negociação é complicada, pois envolve não só a fábrica de Iwata, mas também a equipe jurídica da equipe malaia e os advogados do piloto.

Valentino Rossi já confirmou que vai seguir na MotoGP em 2021 (Foto: Divulgação/MotoGP)

“Provavelmente sou eu quem mais está freando as coisas”, disse Jarvis ao site da MotoGP. “É um processo complicado, porque tem três partes envolvidas. Valentino terá contrato com a Yamaha, mas vai para a equipe Petronas, que tem seus patrocinadores. Então precisamos de um acordo de três partes e, acredite, isso é complicado e leva tempo”, seguiu.

No último fim de semana, na Áustria, Jarvis deu mais um passo para encaminhar o acordo, mas assegura que não há nada importante barrando a assinatura do contrato.

“De fato, posso dizer que enviei um informe completo e final para ter tudo no lugar. Estão envolvidas equipes legais na Malásia, no Japão e também de Valentino, então é complicado. Mas não tem nada que bloqueie, digamos que nada importante. Não tem nenhum bloqueio, nenhuma barreira. É só uma questão de formalidades”, assegurou.

A próxima parada da temporada 2020 é justamente em Misano, um cenário perfeito para o anúncio da permanência de Rossi na MotoGP. Jarvis, porém, não sabe se acordo estará fechado até as corridas de 13 e 20 de setembro.

“Gostaria que estivéssemos prontos para Misano, mas sendo realista, não será fácil que isso aconteça em duas ou três semanas”, reconheceu. “Avisaremos, mas está tudo em andamento. Faremos um anúncio quando for o momento”, concluiu.

Paddockast #75 | Thiago Camilo, maior vencedor da Corrida do Milhão
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube