Zarco é barrado na fronteira e precisa de ajuda da Dorna para entrar na Espanha

Johann Zarco precisou usar documentos fornecidos pela Dorna para poder cruzar a fronteira com a França e ir treinar no circuito da Catalunha

Johann Zarco foi barrado na fronteira da Espanha. O piloto da Avintia precisou usar documentos fornecidos pela Dorna, promotora da MotoGP, para poder entrar no país e ir treinar no circuito da Catalunha com a Ducati Panigale V4.

Longe da moto desde 24 de fevereiro, ainda no teste do Catar, Zarco foi à Espanha para poder treinar, mas as medidas sanitárias decorrentes da pandemia do novo coronavírus acabaram dificultando o acesso ao país.

Johann Zarco vai estrear com a Ducati na MotoGP em 2020 (Foto: Reprodução)
Paddockast #63 | COMO JORDAN, QUEM MERECE DOCUMENTÁRIO SOBRE O ADEUS?
Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

“Dei sorte e obrigado a Dorna por ter me dado os papeis para vir a Catalunha, porque ontem, na fronteira entre a França e a Espanha, eu fui parado pela policia, que controlava o motive da minha entrada na Espanha”, contou Johann ao site da MotoGP. “Sem esses documentos da Dorna, eu não poderia ter vindo aqui para treinar”, resumiu.

“Mas agora estou aqui e tenho boas sensações. Estou feliz por passar dos 300 km/h. Com essa Panigale, é possível ser muito rápido e isso é muito importante, porque podia sentir que minha mente estava perdendo um pouco os reflexos”, apontou. “É necessário estar em alta velocidade para se acostumar e estar pronto para Jerez em julho”, ponderou.

As restrições de viagem também estão causando dificuldades para a KTM, que não pôde contar com Brad Binder em um teste no Red Bull Ring, já que o #33 ainda está na África do Sul. A fábrica de Mattighofen precisou elaborar documentos que atestam que o irmão de Darryn trabalha para a companhia para poder levá-lo de volta à Europa.

O continente europeu foi um dos mais atingidos pela pandemia do novo coronavírus. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), até quarta-feira (3) foram 6.287.771 casos de COVID-19, com 379.941 mortes. Na Espanha, são mais de 240 mil positivos, com 29,8 mil mortes.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube