Earnhardt Jr. tira proveito de confusão da Nascar em Phoenix e vence corrida interrompida por chuva

Primeiro, sete horas de atraso por causa da chuva. Depois, uma corrida que acabou 93 voltas antes do previsto. No meio desse caos todo, Dale Earnhardt Jr. tirou a sorte grande e venceu. Kevin Harvick, segundo, confirmou a vaga na decisão, assim como Kyle Busch e Martin Truex Jr.

A chuva foi a grande inimiga da Nascar neste domingo (15) em Phoenix. Depois de sete horas de atraso para a largada por causa das intempéries do clima, a corrida foi encerrada 93 voltas antes do previsto, justamente por causa do clima. A etapa, embaralhada e confusa, acabou vencida por Dale Earnhardt Jr.
 
Dale Jr., todavia, esteve longe de pintar como favorito. O #88 tirou proveito de uma bandeira amarela no momento certo para tomar a liderança, até então de Kevin Harvick – dono de ótimo retrospecto em Phoenix. O piloto da Stewart-Haas precisou se contentar com o segundo lugar.
Dale Jr. foi beneficiado pela chuva em Phoenix (Foto: Getty Images)
A bandeira amarela que beneficiou Dale Jr. foi ainda melhor do que inicialmente parecia. A Nascar demorou muito para dar a relargada e, quando ia dar, a chuva caiu, impedindo que a liderança trocasse de mãos.
 
Joey Logano, precisando de uma vitória, acabou em terceiro e foi eliminado. Kyle Busch e Jimmie Johnson fecharam o top-5.
 
Harvick pode se contentar com a vaga carimbada na decisão do campeonato, em Homestead, na próxima semana. Ao seu lado, Kyle Busch e Martin Truex Jr. também confirmaram suas vagas em Phoenix. A outra vaga, de Jeff Gordon, já estava confirmada.

Saiba como foi a etapa da Sprint Cup em Phoenix

 
A largada para a penúltima etapa da Sprint Cup atrasou. Muito: a prova estava marcada para 17h30 (horário de Brasília), mas só foi começou pouco depois da meia noite. A demora de quase sete horas foi por causa da chuva, que atormentou o Arizona ao longo do dia.
 
Kurt Busch conseguiu partir melhor do que Jimmie Johnson, tomando a dianteira. Atrás dos dois, Dale Earnhardt Jr., Kyle Larson e Carl Edwards fechavam o top-5.
 
Mas Kurt Busch nem pôde aproveitar a liderança por muito tempo. A Nascar optou por punir o #41 por causa de uma infração na largada com um drive-through, que lhe jogou para 43º.
 
Edwards, agora em quarto, começou a sofrer ameaças de Kevin Harvick, novo quinto. O #4, especialista no oval de Phoenix, logo deixou o #19 para trás. Em seguida, colou facilmente em Larson, fazendo mais uma manobra tranquila e subindo para terceiro.
Harvick carrega um ótimo histórico em Phoenix, mas não contava com a chuva (Foto: Getty Images)
Mais algumas voltas e Harvick chegou em Dale Jr. Depois de algumas voltas, Kevin também superou o #88, tomando o segundo posto.
 
A bandeira amarela de competição, programada previamente, veio na volta 40. Kurt Busch já aparecia em 28º, ainda na volta do líder.
 
Harvick, Joey Logano, Edwards, Dale Jr. e Kyle Busch eram os cinco primeiros após a primeira rodada de pits, todos trocando apenas dois pneus. Johnson, ao trocar quatro, caiu para nono. Mais: o #48 excedeu o limite de velocidade dos pits, recebendo um drive-thru.
 
Na relargada, Harvick disparou. Dale Jr., veloz, deixou Edwards para trás. Em seguida, chegou e passou Logano por dentro, dificultando ainda mais a já difícil vida de Joey.
 
Logano seguiu sendo ameaçado por outros pilotos. Kyle Busch e Edwards, quarto e quinto, estavam bem próximos do #22.
 
Mas Joey foi capaz de segurar o terceiro lugar. Em 30 voltas, o piloto da Penske abriu uma vantagem sólida sobre seus adversários, além de colar em Dale Jr. Aí, foi só ultrapassar o #88 e voltar ao segundo lugar.
 
Mas Dale Jr. foi rápido para dar o troco. Duas voltas e o piloto da Hendrick estava em segundo novamente. Enquanto isso, Harvick abria 6s sobre os demais.
 
Em seguida, os pits em bandeira verde começaram. Logano foi o primeiro a entrar, na volta 119, fazendo com que seus rivais tomassem a mesma decisão. Quando o ciclo acabou, a ordem era Harvick, Logano, Dale Jr, Edwards e Jeff Gordon.
Na volta 197, mais uma rodada de pits em bandeira verde começou, com Logano e Kyle Busch inaugurando o pit. Harvick e Edwards fizeram o mesmo em seguida.
 
Mas um acidente bem no meio do ciclo de pits misturou tudo. Joey Gase foi tocado por Ricky Stenhouse Jr., fazendo com que os dois rodassem e trazendo a amarela. Os outros líderes que ainda não haviam parado – Gordon e Johnson, principalmente – perderam um pouco de terreno. 
 
Nessa mistura toda, Dale Jr., Harvick, Logano, Kyle Busch e Johnson formavam o top-5.
 
Quando todos esperavam uma grande disputa pela liderança, a corrida não começou. A chuva veio e interrompeu a etapa em definitivo.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube