Elliott segura Kyle Busch e vence All-Star da Nascar em Bristol

Diante de mais de 22 mil pessoas em Bristol, Chase Elliott segurou Kyle Busch após a última relargada e apenas controlou o ritmo nas voltas finais para vencer mais uma vez na temporada e conquistar prêmio milionário

Chase Elliott venceu o All-Star Race da Nascar, em Bristol, nesta quarta-feira (15), conseguindo também o prêmio de US$ 1 milhão (R$ 5,3 milhões). Para conquistar uma das mais importantes provas do calendário, o piloto precisou superar Brad Keselowski na última relargada.

Elliott já tinha garantido vaga nos playoffs da temporada 2020 após a vitória em Charlotte, em maio, vinha de uma sequência de resultados ruins nas últimas corridas, com um 23º lugar como melhor resultado.

Não foi a primeira prova da Nascar com público desde o início da pandemia de Covid-19, mas teve o maior número de espectadores até o momento. A organização do circuito, localizado no estado do Tennessee, liberou 30 mil lugares nas arquibancadas e mais de 22 mil pessoas compareceram.

No final da prova, mesmo sem máscaras, vários espectadores se juntaram na grade para comemorar com Elliott. Um fã chegou a subir no alambrado e foi retirado pelos seguranças.

No primeiro estágio da prova, a vitória foi de Ryan Blaney enquanto Chase Elliott conquistou os dois estágios seguintes.

Após dominar boa parte da prova, Elliott mantinha a liderança até a última relargada, a 15 voltas do fim. Após a bandeira verde, ele impediu o ataque de Brad Keselowski e continuou em primeiro. Voltas depois, Kyle Busch assumiu o segundo posto.

Eliott apenas precisou se manter na liderança, sem ser ameaçado, com Kyle Busch terminando em segundo. Kevin Harvick foi o terceiro, com Brad Keselowski em quarto e Denny Hamlin completando o top-5.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube