Nascar

Harvick e Logano levam vitórias nos Duels da Nascar e garantem segunda fila nas 500 Milhas de Daytona

Duas corridas de classificação, duas vitórias de carros da Ford. Kevin Harvick impôs atuação dominante e garantiu presença na segunda fila sem grandes problemas, enquanto o campeão Joey Logano apelou para manobra na última volta
Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim
Dois carros da Ford saíram vitoriosos nos Duels da Nascar, disputados nesta quinta-feira (14) em Daytona. Nas duas corridas de classificação, que definiu as posições de largada da segunda fila em diante, Kevin Harvick e Joey Logano tiveram os primeiros gostinhos de vitória em 2019.
 
As conquistas vieram em estilos diferentes. Harvick liderou 44 das 60 voltas, impondo após largar no primeiro Duel em oitavo, consequência de um treino classificatório pouco empolgante. Enquanto os carros da Hendrick, com Jimmie Johnson e William Byron, não conseguiam repetir o nível de performance do treino classificatório, Kevin recordava os momentos de domínio vistos em 2018.
 
Harvick cruzou a linha de chegada com outro Ford, o de Ricky Stenhause Jr., em segundo. Paul Menard apareceu em terceiro, enquanto Matt DiBenedetto surgiu em um inesperado quarto lugar. Martin Truex Jr. fechou o top-5.
Joey Logano cruza linha de chegada (Foto: Nascar Media)
O Duel 2 também teve briga particular de carros da Ford. Clint Bowyer liderava até a última volta, quando Joey Logano conseguiu um raro salto de quarto para primeiro, aproveitando um ‘empurrão’ do companheiro Ryan Blaney. Logano chegou com momento nas curvas 1 e 2, fazendo uma ultrapassagem tranquila.
 
Bowyer, assim, terminou em segundo. Almirola foi terceiro, enquanto Denny Hamlin colocou uma Toyota da Joe Gibbs em quarto. Kurt Busch, ainda engatinhando como piloto da Ganassi, foi quinto.
 
A prova também determinou que Joey Gase e Ryan Truex, os dois piores de seus grupos dentre os pilotos sem vaga garantida no grid, não participam das 500 Milhas de Daytona. 42 pilotos estavam inscritos, mas apenas 40 largam no domingo.
 
Com isso, o grid de largada das 500 Milhas de Daytona ganha uma nova cara: Byron, Bowman, Harvick, Logano, Stenhouse Jr., Bowyer, Menard, Almirola, DiBenedetto e Hamlin formam o top-10 inicial.