Michael Jordan vira dono de equipe da Nascar ao lado de Hamlin e contrata Bubba Wallace

Lenda do basquete comprou a licença da equipe Germain Racing e será dono ao lado de Denny Hamlin. Bubba Wallace, único preto no grid da Nascar, assinou contrato de longa duração

A noite da última segunda-feira (21) sacudiu o esporte a motor como um todo e, em particular, o universo da Nascar. A principal e mais popular categoria do automobilismo nos Estados Unidos noticiou a entrada de Michael Jordan, lenda do basquete, como dono de equipe a partir de 2021. Atualmente com 57 anos, o multicampeão e atualmente proprietário da franquia Charlotte Hornets, da NBA, comprou a licença da Germain Racing e terá ao seu lado na empreitada o piloto e amigo de longa data Denny Hamlin, que vai entrar como sócio minoritário da nova equipe. Os dois também anunciaram, em conjunto, que Bubba Wallace, único competidor preto no grid da Nascar, assinou um contrato de longa duração dias depois de revelar que não vai seguir na Richard Petty Motorsports.

A Germain Racing é equipe que conta com apenas um carro, atualmente pilotado por Ty Dillon, que usa o numeral #13. O #23, eternizado por Jordan nos tempos em que jogou pelo Chicago Bulls, está livre no momento. A aliança entre Jordan e Hamlin ainda não divulgou detalhes como patrocinadores, numeral do carro e o modelo com o qual Bubba Wallace vai acelerar no ano que vem.

Leia também
Bubba Wallace rebate críticas de Trump: “Retribua o ódio com amor”. Nascar apoia

A presença de Hamlin como sócio minoritário não significa, portanto, que o piloto de 39 anos, um dos grandes nomes da atual temporada com seis vitórias conquistadas e um dos candidatos ao título, vá sair da Joe Gibbs Racing, equipe por onde corre desde que entrou na divisão principal da Nascar, em 2005. O norte-americano de Midlothian, na Virgínia, permanece assim usando o Toyota de numeral #11.

Bubba Wallace (Foto: Nascar)
Em 2020, Bubba Wallace liderou os protestos na Nascar contra o racismo (Foto: Nascar)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Jordan foi criado no estado da Carolina do Norte, e o time de sua propriedade na NBA está localizado na cidade que é um dos principais centros da Nascar, Charlotte. Assim, a categoria sempre foi uma paixão para o icônico jogador.

“Como cresci na Carolina do Norte, meus pais levavam meus irmãos, irmãs e eu para as corridas, e fui um fã da Nascar minha vida toda. A chance de ter minha própria equipe de corrida em parceria com meu amigo Denny Hamlin e ter Bubba Wallace pilotando para nós é muito empolgante para mim”, destacou ‘Air Jordan’, que reforçou o caráter histórico com a chance de ter Wallace no seu carro a partir de 2021.

“Historicamente, a Nascar lutou contra a diversidade e houve poucos donos pretos. O momento parece perfeito, uma vez que a Nascar está evoluindo e abraçando cada vez mais as mudanças sociais. Além do recente compromisso e doações que fiz para combater o racismo sistêmico, vejo isso como uma chance de educar um novo público e abrir mais oportunidades para os pretos nas corridas”, complementou o ex-jogador e empresário.

Hamlin conhece Jordan há cerca de 11 anos. Os dois se encontraram em uma partida do Charlotte Bobcats (atualmente Charlotte Hornets). Denny chegou a correr na Nascar com a estampa da famosa marca de Jordan no seu carro. Agora, os dois fortalecem laços na categoria.

MICHAEL JORDAN; DENNY HAMLIN;
Jordan e Hamlin são amigos de longa data. Agora, os dois vão ser sócios de equipe da Nascar (Foto: Twitter)

Para o piloto, “decidir sobre um piloto foi fácil. Tinha de ser Bubba Wallace”. Darrell Wallace Jr., de 26 anos, tem 105 largadas na divisão principal da Nascar e desde 2017 defende a Richard Petty, equipe do lendário piloto multicampeão da categoria. O anúncio da sua saída foi feito em 10 de setembro. Ao longo da temporada, Bubba, tal qual Lewis Hamilton na Fórmula 1, liderou os protestos na Nascar contra o racismo e a repressão policial.

Hamilon escreveu que “Bubba mostrou uma grande melhora desde que entrou na Nascar Cup Series — a divisão principal da categoria —, e acreditamos que ele está pronto para levar sua carreira a um nível mais alto. Ele merece a oportunidade de competir por vitórias, e nossa equipe vai garantir que ele tenha os recursos para fazer isso. Fora das pistas, Bubba tem sido uma forte voz por mudanças em nosso esporte e em nosso país. Michael Jordan e eu o apoiamos totalmente nesses esforços e estamos ao lado dele”.

Wallace, por sua vez, vibrou com a chance de trabalhar ao lado de Jordan e Hamlin a partir da próxima temporada. “Esta é uma oportunidade única e acredito ser uma ótima opção para mim neste momento da minha carreira. Tanto Michael quanto Denny são grandes competidores e estão focados em construir a melhor equipe possível para lutar por vitórias. Com humildade, sou grato por Michael e Denny acreditarem em mim e estou muito animado para iniciar essa aventura com eles”.

A Nascar, por meio de comunicado, saudou a chegada de Michael Jordan como chefe de equipe.

“Estamos orgulhosos por dar as boas-vindas a Michael Jordan à família Nascar e ansiosos por assistir Michael, Denny Hamlin e Bubba Wallace competirem em 2021. Michael é um personagem icônico do esporte e um grande campeão, cuja natureza ferozmente competitiva o colocou entre os maiores atletas de todos os tempos. Sua presença no mais alto nível da Nascar vai fortalecer ainda mais a competição, a emoção e o ímpeto que cresce em torno do nosso esporte. Desejamos a Michael e sua equipe um enorme sucesso”, destacou a categoria.

A próxima etapa da Nascar, que está na sua fase decisiva nos playoffs, está marcada para 4 de outubro no superoval de Talladega. Restam seis corridas para o desfecho da temporada 2020.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube