Montoya duvida que Nascar faça mudanças por segurança após forte acidente em Daytona: “Sempre vai acontecer”

Juan Pablo Montoya, ex-piloto da Nascar, acredita acidentes como o de Austin Dillon na última volta da etapa da Nascar em Daytona não podem ser evitados. Motivo? Segundo o colombiano, batidas são um dos atrativos da categoria, além de ser um elemento constante em provas com placa restritora

A segurança dos pilotos nas corridas da Nascar voltou a ser debatida após o fortíssimo acidente de Austin Dillon em Daytona, na última segunda-feira (6). O piloto, envolvido em um big-one na última volta, foi catapultado contra as cercas de proteção com violência.
 
Apesar do susto, Juan Pablo Montoya, ex-piloto da Nascar, não acredita que a categoria passará por mudanças substanciais. Segundo o piloto, acidentes como o de Dillon são um dos atrativos da categoria.
Austin Dillon decolou sobre duas fileiras de carros para atingir o alambrado em Daytona (Foto: AP)
“Sempre vai acontecer. Qual o motivo para as pessoas verem a Nascar? Por causa dos acidentes. É a verdade. Qual o motivo para as pessoas verem corridas com placa restritora? Por causa do espetáculo quando todos batem. Como podem melhorar a segurança? Eu não sei”, argumentou.
 
As corridas com placa restritora, que fazem os pilotos andarem mais colados do que nas demais provas do calendário da Nascar, costumam ser garantia de grandes acidentes.
 
“O que eles vão fazer? Se livrar das corridas com placa restritora? Não vão”, afirmou Montoya.

Austin Dillon, após escapar ileso do acidente em Daytona, disse que velocidades mais baixas podem ser a solução para a Nascar.

 
Apesar de agora estar correndo na Indy, Montoya não evitou uma corrida recheada de acidentes. A última etapa da categoria, disputada em Fontana, contou com um toque espetacular e o carro de Ryan Briscoe capotando.
 
“Foi uma grande prova para o público. Mas foram muitos acidentes com tanta gente. Fico feliz que ninguém tenha se machucado”, finalizou Montoya.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube