Nascar absolve Logano de acidente com Hamlin e não aplica punições por tumulto em Fontana

O diretor da categoria John Darby afirmou que os pilotos não fizeram nada de ilegal, por isso não havia motivos para punir Logano, Hamlin ou Tony Stewart. O dirigente atribuiu as confusões à competitividade elevada da Nascar

A Nascar decidiu não punir Joey Logano, Denny Hamlin e Tony Stewart pelo final de prova da etapa de Fontana, disputada no último domingo (24). O diretor da categoria John Darby afirmou que não havia motivos para impor qualquer penalização, pois não houve nada ilegal nas ações desses pilotos.

O dirigente explicou que embora Logano e Hamlin tenham se tocado na última curva, com o piloto da equipe de Joe Gibbs indo direto ao muro, eles estavam brigando por posição e não houve nenhuma retaliação pelo acidente entre os dois, na semana anterior, em Bristol.

Tumulto generalizado marcou fim de etapa da Nascar em Fontana (Foto: Getty Images)

“Eles estavam lado a lado e fizeram tudo o que grandes competidores fazem. Se alguém estivesse pensando em retaliação, ia colocar a parte da frente do carro na traseira do outro e provavelmente dirigiria na direção do outro carro, fazendo-o rodar. Este caso é tão longe disso que nunca passou pela nossa cabeça que fosse algo assim”, declarou.

Quanto à briga de Tony Stewart e Logano, nos boxes, alguns minutos depois, Darby afirmou que isso é normal quando um piloto está frustrado por ter pedido uma corrida.

“Alguns anos atrás, nós decidimos desistir de controlar as emoções dos pilotos. Você espera que, nos dias de hoje, se alguém não vence uma corrida, fique nervoso independentemente da razão. Alguns pilotos no fim da corrida discutindo um pouco não cria uma falta no mundo de hoje”, disse.

O dirigente ainda se mostrou satisfeito com o trabalho dos mecânicos, que impediram os dois competidores de chegarem às vias de fato. “As equipes fizeram um grande trabalho controlando os pilotos para assegurar que não cruzassem a linha da violência física ou algo assim. E é isso o que esperamos”, acrescentou.

A briga entre os dois começou porque Stewart não ficou satisfeito com as manobras de Logano nas voltas finais. O tricampeão da Nascar acusou o adversário de ter bloqueado o caminho com manobras sujas. Darby, por sua vez, afirmou que não houve nada de ilegal e por isso não havia motivos para punir os envolvidos.

“Neste momento, posso dizer que não há nenhuma conversa interna na Nascar para consideramos os bloqueios como situações de punição como outras categorias fazem”, disse o diretor.

“Com a Nascar estando acima de várias outras categorias em termos de competitividade, nós vamos ter corridas apertadas, com carros lado a lado e um atrás do outro, e tudo isso é apenas parte da competição. Eu não acho que precisamos nos meter nisso e bagunçar tudo”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube