Nascar

Nascar confirma 28 torcedores feridos após acidente na Nationwide, mas não detalha estado de saúde

A Nascar informou que 28 pessoas ficaram feridas após o acidente na última volta da etapa de Daytona da Nationwide. A categoria disse, ainda, que os reparos seguem sendo feitos na pista a Daytona 500 acontecerá normalmente

Warm Up / FELIPE GIACOMELLI, de São Paulo

► Galeria: Acidente decepa carro de Larson, motor fura proteção e arquibancada

A Nascar anunciou no início da noite deste sábado (23) que 28 pessoas ficaram feridas após o fortíssimo acidente na última curva da etapa da Nationwide, em Daytona. Dentre os feridos, 14 foram levados a hospitais da região e outros 14 foram atendidos no centro médico, localizado dentro da própria pista.

Apesar disso, a categoria não deu maiores informações sobre o estado dos feridos. “Eu não sou a pessoa certa apara falar sobre isso. Para saber o estado dos pacientes, você terá que falar diretamente com o hospital Hallifax”, disse Joie Chitwood, presidente da pista de Daytona.

►Vídeo: acidente destrói alambrado na última volta da Nationwide em Daytona

O dirigente afirmou, ainda, que os reparos já estão sendo feitos no local do acidente, e a Daytona 500 será disputada neste domingo normalmente. A única modificação nas estruturas de segurança para a corrida será a colocação de um alambrado no local em que havia um portão, destruído pelo acidente. Como não há tempo de instalar uma nova passagem, optou-se por uma estrutura básica de segurança.

Torcedor é atendido na arquibancada em Daytona (Foto: Getty Images)

Quanto ao pneu que atingiu alguns espectadores, Chitwood disse que os fãs que compraram ingresso para esses locais não serão levados a outros pontos do circuito para assistirem à prova deste domingo.

Quem também participou da coletiva de imprensa foi o vice-presidente da Nascar Steve O’Donnell. O chefe da categoria disse que ainda fará investigações sobre o acidente e afirmou que pode haver alterações nas estruturas de segurança de outras pistas, assim como nos carros, já que o motor Chevrolet do carro de Kyle Larson se desprendeu e ficou preso na arquibancada.

A batida aconteceu na última volta da corrida, quando Brad Keselowski e Regan Smith se tocaram na briga pela liderança. A partir daí, praticamente todos os outros pilotos se envolveram, com Larson levando a pior ao ser catapultado em direção ao alambrado e tendo a parte dianteira do Chevrolet número 32 decepada. Apesar disso, ele nada sofreu, assim como os demais pilotos.

Motor de Kyle Larson fura proteção e invade arquibancada (Foto: Getty Images)

O mesmo, porém, não pode ser dito dos espectadores. Estilhaços, além de um pneu, que se soltaram com a batida feriram várias pessoas que acompanharam a corrida. No início, as informações apontavam seis feridos, mas esse número aumentou para 28. A emissora ESPN dos Estados Unidos afirmou que dois deles se encontram em estado grave.

Após a corrida, surgiu na internet um vídeo feito por um fã da batida na última volta. Parado na arquibancada, o torcedor conseguiu captar não só a bagunça dentro da pista como o atendimento fora dela. Inclusive todo o desespero após o pneu de Larson cair literalmente ao lado. A Nascar logo agiu e bloqueou as imagens da corrida no Youtube, assim como faz a FOM, com as imagens da F1.