Vitória inesperada de Austin Dillon na Charlotte 600 deixa oito vagas em aberto para playoffs. Confira classificação

Depois de apenas 12 corridas, os playoffs da Nascar já contam com oito pilotos classificados – consequência da alta variedade de vencedores. O primeiro triunfo de Austin Dillon colocou um novo tempero na disputa e complicou a vida de gente como Matt Kenseth

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : ‘pt’
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : ‘inread’
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Uma das marcas da temporada 2017 da Nascar é a variedade de vencedores. Depois de 12 corridas, apenas três pilotos conseguiram vencer mais de uma vez. Pois o grupo de vencedores surpreendentes, que já contava com Ryan Newman e Ricky Stenhouse Jr., ganhou um novo membro: é Austin Dillon, que levou a melhor na Charlotte 600 e carimbou a vaga nos playoffs.
 
O resultado significa que a oitava das 16 vagas dos playoffs já está ocupada. Restando metade das vagas, uma série de pilotos de ponta ainda vive momentos de indefinição: Joey Logano, Denny Hamlin, Ryan Blaney e Matt Kenseth são apenas alguns dos que vivem situação delicada. Este grupo de pilotos tem tudo para, caso não vençam, criar uma disputa acirrada ao longo dos próximos meses.
Austin Dillon venceu em Charlotte (Foto: Nascar Media)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Kenseth, aliás, é um bom exemplo das consequências de um vencedor inesperado. Caso o vencedor de Charlotte fosse repetido – como Truex –, o #20 estaria na zona de classificação pela primeira vez na temporada. Como Austin aconteceu, o campeão de 2003 passou a figurar 20 pontos abaixo da linha de corte.
 
Na parte de cima da tabela, mudanças importantes. Kyle Larson, que abandonou pela primeira vez em 2017 depois de furar um pneu e bater, perdeu a liderança por pontos para Truex. A margem entre os dois é pequena: meros 5 pontos separam o #78 do #42.

Confira a classificação da Nascar após a etapa de Charlotte:

          Vitórias Pontos Pts Playoffs
1 78 MARTIN TRUEX JR. EUA FURNITURE ROW TOYOTA 2 491 16
2 2 BRAD KESELOWSKI EUA PENSKE FORD 2 409 12
3 48 JIMMIE JOHNSON EUA HENDRICK CHEVROLET 2 359 10
4 42 KYLE LARSON EUA GANASSI CHEVROLET 1 486 7
5 17 RICKY STENHOUSE JR. EUA ROUSH FENWAY FORD 1 298 5
6 41 KURT BUSCH EUA STEWART-HAAS FORD 1 290 5
7 31 RYAN NEWMAN EUA RICHARD CHILDRESS CHEVROLET 1 266 5
8 3 AUSTIN DILLON EUA RICHARD CHILDRESS CHEVROLET 1 238 0
9 4 KEVIN HARVICK EUA STEWART-HAAS FORD 0 388 3
10 18 KYLE BUSCH EUA JOE GIBBS TOYOTA 0 386 3
11 1 JAMIE McMURRAY EUA GANASSI CHEVROLET 0 385 0
12 24 CHASE ELLIOTT EUA HENDRICK CHEVROLET 0 362 2
13 14 CLINT BOWYER EUA STEWART-HAAS FORD 0 343 0
14 22 JOEY LOGANO EUA PENSKE FORD 1* 336 1
15 11 DENNY HAMLIN EUA JOE GIBBS TOYOTA 0 332 2
16 21 RYAN BLANEY EUA WOOD BROTHERS FORD 0 308 3
17 20 MATT KENSETH EUA JOE GIBBS TOYOTA 0 288 1
18 6 TREVOR BAYNE EUA ROUSH FENWAY FORD 0 271 0
19 77 ERIK JONES EUA FURNITURE ROW TOYOTA 0 256 0
20 19 DANIEL SUÁREZ MEX JOE GIBBS TOYOTA 0 246 0
21 5 KASEY KAHNE EUA HENDRICK CHEVROLET 0 244 0
22 13 TY DILLON EUA GERMAIN CHEVROLET 0 205 0
23 88 DALE EARNHARDT JR. EUA HENDRICK CHEVROLET 0 202 0
24 27 PAUL MENARD EUA RICHARD CHILDRESS CHEVROLET 0 197 0
25 43 ARIC ALMIROLA EUA RICHARD PETTY FORD 0 188 0
26 37 CHRIS BUESCHER EUA JTG DAUGHERTY CHEVROLET 0 172 0
27 38 DAVID RAGAN EUA FRONT ROW FORD 0 158 0
28 95 MICHAEL McDOWELL EUA LEAVINE CHEVROLET 0 155 0
29 47 AJ ALLMENDINGER EUA JTG DAUGHERTY CHEVROLET 0 149 0
30 72 COLE WHITT EUA TRISTAR FORD 0 139 0
*Por irregularidades no carro, a vitória de Richmond não classifica Logano para os playoffs

TÉO JOSÉ ACERTA PALPITE VENCEDOR DA INDY 500: ASSISTA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = ‘ca-pub-6830925722933424’;
google_ad_slot = ‘8352893793’;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(‘crt_ftr’).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(‘cto_ifr’);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(‘px’)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write('’);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube