Outras

Com 13 países no grid, W Series divulga lista com 18 pilotas selecionadas para primeira temporada da história

A W Series se aproxima cada vez mais do início de sua primeira temporada da história. Nesta quinta-feira (28), a categoria anunciou o nome das 18 pilotas que vão integrar o primeiro grid do campeonato, que foram selecionadas após quatro dias de testes

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
A W Series está um passo mais próxima de dar início a sua temporada inaugural. Nesta quinta-feira (28), a categoria exclusivamente feminina anunciou a lista das 18 pilotas que vão integrar o primeiro grid da história.
 
O segundo processo seletivo para o campeonato, realizado durante quatro dias, aconteceu na Almeria. Lá, as participantes tiveram a oportunidade de pilotar pela primeira vez o carro da categoria, um Tatuus T-318.
 
Os 12 primeiros nomes do grid foram selecionados baseados nos primeiros três dias de atividades, deixando o dia final como o decisivo para as seis vagas restantes. Ainda, serviu para escolher as quatro pilotas reservas. No total, o pelotão vai contar com 13 países, com predominância do Reino Unido.
 
As selecionadas figuravam entre 28 possíveis competidoras, que avançaram para a fase final da seleção após a primeira etapa, realizada na Áustria, em janeiro.
As 18 selecionadas (Foto: Reprodução)
“Após quatro dias intensivos de testes na Almeria, terminados ontem, e quatro dias igualmente rigorosos em Melk, em janeiro, pode imaginar que reunimos uma grande quantidade de dados”, disse Catherine Bond Muir, CEO da W Series.
 
“Então nossos jurados, liderados por Dave Ryan, então analisou as informações para determinar quem seriam as 18 pilotas que iriam participar da primeira categoria exclusivamente feminina”, seguiu.
 
“Para aquelas que não conseguiram, digo ‘muito bem’. Todas nossas pilotas trabalharam diligentemente, estudaram muito, pilotaram bem, incluindo aquelas que não avançaram. Para aquelas que conseguiram, digo ‘meus parabéns e muito bem’”, completou.
 
O diretor de prova da categoria disse que “tem sido duro para algumas mulheres, mas para ser honesto aquelas que passaram fizeram um ótimo trabalho durante os quatro dias na Almeria. Esse é o fim de uma parte e o início de outra.”
O carro da W Series (Foto: Reprodução)
“Estamos felizes, apesar de obviamente algumas das mulheres estarem decepcionadas, mas isso infelizmente é como são as coisas e elas apenas precisam seguir tentando”, completou.
 
“Esse foi um processo seletivo muito mais difícil do que poderíamos sonhar em termos de como todo o pelotão estava bastante próximo”, concluiu o chefe da categoria David Coulthard.
 
Conheça a lista das pilotas selecionadas:
Sabre Cook, Estados Unidos
Marta Garcia, Espanha
Megan Gilkes, Canadá
Esmee Hawkey, Reino Unido
Jessica Hawkins, Reino Unido
Shea Holbrook, Estados Unidos
Emma Kimilainen, Finlândia
Miki Koyama, Japão
Sarah Moore, Reino Unido
Tasmin Pepper, África do Sul
Vicky Piria, Itália
Alice Powell, Reino Unido
Gosia Rdest, Polônia
Naomi Schiff, Bélgica 
Beitske Visser, Holanda
Fabienne Wohlwend, Liechtenstein
Caitlin Wood, Austrália
Sarah Bovy – pilota reserva
Vivien Keszthelyi – pilota reserva
Stephane Kox – pilota reserva
Francesca Linossi – pilota reserva