Ex-chefe do Mundial de Superbike garante crescimento contínuo mesmo com gestão da Dorna

Paolo Flammini, CEO da Infront, garantiu que o Mundial de Superbike continuará crescendo mesmo com a gestão da Dorna. Dirigente ainda não sabe qual será seu papel na nova gestão da categoria

Na última terça-feira (2), a Dorna, empresa que promove o Mundial de Motovelocidade, assumiu o comando do Mundial de Superbike, que era organizado pela Infront Motor Sports. A empresa suíça, assim como a espanhola, faz parte do fundo Bridgepoint, que vê a medida como uma “tendência lógica” para garantir a saúde financeira e a viabilidade dos dois campeonatos. 

Neste domingo, durante uma coletiva em Magny-Cours, palco da última etapa da temporada do Mundial de Superbike, Paolo Flammini, CEO da Infront e responsável pelo crescimento da categoria a partir do início dos anos 90, falou sobre a mudança e garantiu que o Mundial seguirá crescendo apesar da alteração no comando. 

Biaggi conquistou bicampeonato no Mundial de Superbike neste domingo (Foto: Superbike)

“Nós vamos fazer o que for necessário para o bem do Mundial de Superbike”, garantiu. “Este é o final do processo de reorganização e o que quer que aconteça, queremos que o Mundial de Superbike continue a crescer e sendo um produto muito forte.” 

 
“Nós criamos, junto com o nosso pessoal, a partir do zero e sempre procuramos o sucesso e a estabilidade do campeonato”, falou. “Esta é a razão por termos feitos muitas grandes parcerias”, defendeu. 
 
O agora ex-dirigente da categoria deixou transparecer sua decepção com a mudança, mas garantiu que irá colaborar com a gestão. 
 
“Quando você abre sua companhia para investidores externos, você dá uma vantagem para a companhia, mas, claramente, pode perder poder. Isto não é um problema”, assegurou. “Desde que essa reorganização traga um resultado positivo para o Mundial de Superbike, vamos cooperar qualquer que seja a nossa posição nessa nova estrutura.”
 
Flammini afirmou que temporada de 2013 vai ocorrer de acordo com o que já planejado, mas explicou que sua posição nesta nova estrutura do Mundial ainda não foi definida. 
 
“A temporada de 2013 vai seguir de acordo com o que já havia sido planejado. Sobre o futuro, não posso dar nenhuma informação, será parte da estratégia que será implementada, então vamos ver o que vai acontecer”, comentou. “Minha posição ainda não foi definida, vamos conversar sobre isso nas próximas semanas e ver que solução vamos encontrar”, concluiu. 
 
Na prova deste domingo, Max Biaggi conquistou seu segundo título no Mundial de Superbike por uma diferença de apenas 0.5 ponto para Tom Sykes, o segundo colocado. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube