carregando
Outras

F4, Le Mans, e carro de rua: Wilson Fittipaldi revela últimos projetos de Ricardo Divila

Wilson Fittipaldi, que tanto trabalhou com o projetista Ricardo Divila nos dias da Copersucar-Fittipaldi, prestou homenagens. O ex-piloto destaca que o engenheiro trabalhou até o fim da vida, deixando para trás diversos projetos para o esporte a motor

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim
Ricardo Divila, morto aos 74 anos neste fim de semana, seguiu ativo até o fim da vida. O engenheiro brasileiro, que fez história ao projetar carros da Copersucar-Fittipaldi para a Fórmula 1, seguiu ao lado do aliado de longa data Wilson Fittipaldi no desenvolvimento de novos projetos para as pistas. Prestando homenagem a Divila, o ex-piloto de F1 destacou o ímpeto para seguir trabalhando em alto nível enquanto pôde.
 
“Companheiro de uma vida toda! Obrigado, meu amigo Ricardo Divila, por termos concretizado nosso sonho, um Fórmula 1 brasileiro”, disse Fittipaldi, em comunicado à imprensa. “Dias atrás, quando ainda se recuperava no hospital, eu falei com ele: ‘E aí, quando você vem ao Brasil? Temos muitas coisas para fazer’. Ele respondeu dizendo que já estava pronto para ir para casa, mas que ainda não conseguia escrever e desenhar com a mão direita, mas já estava aprendendo a usar a esquerda”, recordou.
Ricardo Divila seguiu trabalhando até o fim da vida (Foto: Divulgação/F-Vee)
“Estávamos trabalhando em vários projetos, como trazer a Fórmula 4 para o Brasil e também na construção de um novo carro, inspirado num Porsche, para correr nas 24 horas de Le Mans, e que também teria uma versão de rua. Também estávamos preparando um novo Fórmula Vee, além do atual que ele ajudou a modernizar”, comentou.
 
A nova F-Vee brasileira, projeto de Wilson, contava com apoio de Divila. O engenheiro, mesmo morando na França na fase final da vida, seguia atuando como consultor técnico. Era apenas uma das diversas ocupações do projetista, que deixa como legado diversos materiais arquivados e ainda não explorados.
 
“O Divila ainda me disse que estava preocupado com os 20 computadores que tinha em casa e todo o material arquivado. Tomara que possamos um dia usar o que ele nos deixou, que fará parte de seu enorme legado no automobilismo", encerrou Wilson.
 
Paddockast #58
COMO SERIA O GRID DA F1 SEM PILOTOS DA F1?


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM


 
COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 
☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.