Outras

FIA anuncia criação da Fórmula E, campeonato com carros elétricos, para 2014. Rio de Janeiro vai ter etapa

A Federação Internacional de Automobilismo confirmou a criação da Fórmula E, que terá apenas carros elétricos no grid de largada. Em reunião com os principais políticos do Rio de Janeiro, Jean Todt confirmou a cidade como palco da primeira etapa
Warm Up / Redação GP, de São Paulo

 Quer concorrer a kits com mochila, camiseta e boné da Mercedes?
 Clique aqui e participe da promoção do Grande Prêmio

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira (27), a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) anunciou que vai realizar a Fórmula E, um campeonato apenas com carros elétricos para 2014. Os testes para o campeonato vão começar no próximo ano, com o início da temporada marcado para o ano seguinte. O objetivo inicial é ter dez equipes com 20 pilotos compondo o grid. A Fórmula E já foi tema da Revista WARM UP.

A competição foi licenciada por um consórcio de investidores internacionais, como Alejandro Agag, proprietário da Addax, uma das equipes que disputam várias competições das categorias de base. Ele será o principal responsável por tocar o projeto e terá ajuda de Eric Barbaroux, presidente da empresa francesa Formula Electric, e o investidor Enrique Bañuelos, conhecido por trabalhar no ramo imobiliário na Espanha, são os outros parceiros da Formula E Holdings (FEH), que vai gerir a nova categoria.

"Estamos muito satisfeitos com o acordo alcançado com a FIA. Nós vemos isso como uma grande oportunidade para criar um espetáculo novo e uma empolgante mistura de corrida, energia limpa e sustentabilidade. Tudo isso olhando para o futuro”, explicou Agag. “Esperamos que esse campeonato se torne o ponto de partida e desenvolvimento em torno do carro elétrico, um elemento-chave para o futuro de nossas cidades”, completou.

Acordo foi selado na última semana, quando Todt esteve no Brasil (Foto: Divulgação)

A organização deseja fazer provas nas principais cidades pelo mundo. E a escolhida para abrigar a primeira rodada da competição foi o Rio de Janeiro, que já confirmou seu acordo com a FEH e a FIA para abrigar a prova nas ruas da cidade em 2014, ano em que também será uma das sedes da Copa do Mundo. Com as presenças de Lucas Di Grassi, atual piloto de testes da Pirelli e responsável pelo projeto de desenvolvimento, Eduardo Paes e Sergio Cabral, prefeito e governador do Rio de Janeiro, respectivamente, e Todt, o acordo foi selado na última semana.

"Eu gostaria de agradecer a todas as partes envolvidas. Esta nova categoria no coração das grandes cidades será bom para atrair um novo público. Estamos satisfeitos com este acordo com a FEH, pois eles trazem uma experiência muito forte no esporte a motor”, afirmou Todt. “Este categoria espetacular oferecerá entretenimento e uma nova oportunidade de partilhar os valores e objetivos da FIA de energia limpa, mobilidade e sustentabilidade, com um público maior e mais jovem também”, finalizou.

Confira a galeria de imagens do primeiro teste da Fórmula E