Outras

Guerra faz alegria da torcida mexicana, bate Duval e conquista primeiro título na Corrida dos Campeões

Benito Guerra levantou a torcida mexicana no Hermanos Rodríguez. Neste domingo (20), o piloto surpreendeu, bateu Loïc Duval na grande decisão e conquistou o título inédito na Corrida dos Campeões

Warm Up / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
A Corrida dos Campeões teve um campeão inédito em 2019 e muita festa da torcida caseira. Neste domingo (20), Benito Guerra mostrou grande desempenho, bateu Loïc Duval na grande decisão e conquistou seu primeiro título na disputa, levantando a torcida mexicana.
 
Abrindo as atividades do dia, houve as corridas eliminatórias para descobrir os últimos participantes de cada chave. Os vencedores foram Abraham Calderon, Loïc Duval, Mick Schumacher e Enzo Bonito, que ficaram nos grupos A, B, C e D, respectivamente.
 
Seguindo com as disputas do dia, começou a fase de grupos. No Grupo A, foi Kristensen quem avançou em primeiro da chave, batendo todos os adversários; O’Ward foi quem passou em segundo. Enquanto isso, no Grupo B, houve empate entre Kristoffersson e Duval, com o sueco levando a melhor e ficando com o primeiro posto.
A merecida festa do vencedor (Foto: Corrida dos Campeões)
Com isso, as duas primeiras quartas de final estavam definidas. Kristensen enfrentaria Duval na chave 1, com Kristtoffeson disputando contra O’Ward na chave 2.

Agora, era hora dos próximos grupos irem para a pista. Schumacher foi o nome do Grupo C, somando três pontos de três possíveis, enquanto Guerra passou em segundo. No Grupo D, Gasly superou Ryan Hunter-Reay, Enzo Bonito e Esteban Gutiérrez para avançar em primeiro, com Gutiérrez em segundo.
 
A segunda quarta de final também já estava definida. Para a chave 3 do domingo, quem se enfrentaria era Schumacher e Gutiérrez. Na última chave, Gasly e Guerra teriam que disputar um contra o outro.
 
Com o fim das provas de grupos, começava agora os mata-matas. Na primeira disputa da fase, Duval bateu Kristensen para avançar; em seguida, O’Ward superou Kristoffersson para formar a primeira chave da semifinal. Gutiérrez venceu Schumacher e passou para a próxima etapa, com Guerra triunfando em cima de Gasly para formar a segunda chave da semifinal.

Na hora das semifinais, a torcida mexicana teve motivos de sobra para vibrar com três pilotos do país na disputa. O primeiro nome a ir para a final foi Duval, com Guerra conquistando a segunda vaga para a decisão.
 
Chegou a hora da tão esperada final, com um francês de um lado e um mexicano do outro, ambos disputando seus primeiros títulos na prova. Na melhor de três, Benito venceu duas das três corridas, levantando a torcida caseira e levando o título.

No sábado, foi realizada a Copa das Nações. Surpreendendo no México, o Time Nórdico bateu o oito vezes campeão Time Alemanha para conquistar o bi.