Irmão postiço de Schumacher se salva da morte ao desistir de voo da Germanwings que caiu nos Alpes Franceses

Sebastian Stahl, irmão postiço de Michael e Ralf Schumacher, estava na lista de passageiros do voo da Germanwings que caiu nos Alpes Franceses na última terça-feira, mas antecipou a viagem em um dia e sobreviveu

Sebastian Stahl, 36 anos, pode se dizer um cara de sorte. Ele viajaria, na última terça-feira, de Barcelona para Dusseldorf no voo da Germanwings que caiu nos Alpes Franceses e matou 150 pessoas.

Mas jamais embarcou naquele voo.

 
A relevância de Stahl no noticiário do automobilismo? O alemão, piloto de corridas, também é irmão postiço de Michael e Ralf Schumacher.
 
Stahl estava em Barcelona para uma sessão de fotos e conseguiu antecipar a viagem de volta em um dia.
Sebastian Stahl com o irmão postiço Michael Schumacher (Foto: Divulgação)
“Estou vivo. É uma loucura para quantos amigos e quantas pessoas eu tive de dizer isso nas últimas horas. Eu voltei 24 horas mais cedo no mesmo avião da Germanwings de Barcelona para Colônia. Tive muita sorte”, afirmou em entrevista ao ‘Berliner Kurier’.
 
“Como no domingo estava chovendo em Barcelona, consideramos ficar mais um dia, então eu provavelmente teria remarcado para o voo 9525. Voamos sobre as mesmas montanhas”, acrescentou.
Lista de passageiros da Germanwings contava com nome de irmão de Schumacher (Foto: Reprodução)
Sebastian é filho da segunda esposa de Rolf Schumacher, pai de Michael e Ralf. Depois de ganhar do pai, Harald, seu primeiro kart aos nove anos, passou a frequentar o kartódromo de Kerpen, na Alemanha.
 
Anos depois, em 1997, descobriu através dos jornais locais a respeito de um caso entre sua mãe, Barbara, e Rolf. A história provocou dois divórcios, e Rolf e Barbara foram viver juntos. Acolhido como se fosse da família, o 'irmão postiço' chegou a contar inclusive com apoio financeiro do heptacampeão mundial e do vencedor de seis GPs de F1 para tocar a carreira.
 
Stahl sonhou com a F1 e disputou campeonatos de monopostos nas categorias de base, incluindo a temporada 2005/2006 da A1 GP. Nos últimos anos, contudo, ele vinha competindo em provas de turismo. Em 2015, correu na Seat León Eurocup. Também é um embaixador da montadora espanhola.
O MELHOR ESTREANTE

A F1 que Wilsinho Fittipaldi e Chico Serra viram pela primeira vez era muito diferente da atual. Carros, circuitos, tecnologia, dinheiro, tudo. Mas, principalmente, o grid era muito maior. 33 carros estavam inscritos e 25 largaram no GP da Espanha de 1972, que Wilsinho terminou na sétima posição. 24 alinharam no grid em Long Beach em 1981, quando Serra também debutou chegando em sétimo. Mas o tamanho do grid não apaga o brilho do quinto lugar de Felipe Nasr no GP da Austrália de 2015, que os desbancou e se tornou o melhor resultado de um estreante brasileiro na história da categoria

MADUROS, MAS COM
TESÃO DE JOVENS

Os dois já são veteranos. Um tem os primeiros fios grisalhos e outro passou dos 40. Mas os dois seguem firmes e fortes na Indy e usam a idade como um grande fator positivo. Helio Castroneves e Tony Kanaan prometem a mesma disposição dos tempos em que começaram na Indy para conquistarem o título da temporada 2015. E os dois estão nas duas melhores equipes possíveis: a Penske e a Ganassi, respectivamente.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube