Longe da superlicença, Auer perde vaga no programa da Red Bull

Lucas Auer durou apenas uma temporada no Red Bull Junior Team. A decisão, segundo Helmut Marko, foi definida em comum acordo. O austríaco, sobrinho de Gerhard Berger, migrou do DTM para a Super Formula no Japão para buscar a superlicença. Mas sem os pontos necessários para garantir a chance de correr na F1, além da idade avançada para um aspirante a um lugar no grid, 25 anos, Auer viu o fim da sua trajetória no programa

Depois de Patricio O’Ward e Dan Ticktum, o Red Bull Junior Team confirmou mais uma baixa em 2019. Lucas Auer, que neste ano migrou do DTM para a Super Fórmula no Japão com o objetivo de buscar a superlicença para tentar uma vaga na F1, terminou o campeonato apenas na nona colocação e com um pódio, na etapa de Sugo. Com 25 anos, idade considerada avançada para os padrões da Red Bull para colocar um novato na F1, Auer encerrou sua trajetória no programa da empresa dos energéticos.

 
 
Segundo Helmut Marko, a saída de Auer veio na esteira de um acordo entre as duas partes.  “Lucas Auer não está mais em nossa equipe. Há motivos muito simples para isso. Lucas veio para o Japão e esteve em uma nova equipe. Eles tiveram seus problemas. Mas então ele melhorou e teve um ou dois pódios”, comentou o dirigente.
Lucas Auer foi mais um sacado pelo programa de jovens da Red Bull em 2019 (Foto: LAT Photographic/Forix)
“Então, a ideia foi a seguinte: ele está muito longe dos 40 pontos, o que, junto com sua idade, tornam seu caminho muito longo para a F1. Por outro lado, em carros de turismo ou no DTM, e não sei se é oficial ainda para onde ele vai pilotar, ele pode ganhar um bom dinheiro. Então entramos em acordo”, explicou Marko.
 
Na visão do consultor da Red Bull, Auer tem potencial para trilhar uma carreira de sucesso no turismo e, consequentemente, ser bem remunerado para tal. Vinculado à Mercedes entre 2016 e 2018, antes de a montadora deixar o DTM, Lucas acumulou quatro vitórias na categoria antes de voltar aos monopostos nesta temporada.
 
“Ele está tentando pilotar também em algumas corridas da Super GT no Japão. Ele está partindo para um caminho diferente. E, uma vez mais, o automobilismo não é só a F1”, explicou Marko.
 
"Se alguém pode praticar este esporte, um hobby em alto nível e ainda ganhar dinheiro — nem tanto quanto Auer porque eles têm uma empresa bem-sucedida de transporte —mas a maioria do pessoal pode ganhar muito mais dinheiro do que ganharia em uma profissão civil”, concluiu.
 
Com as saídas de Auer e O’Ward do programa de desenvolvimento da Red Bull, os principais jovens da marca dos energéticos são Jüri Vips, Yuki Tsunoda, Liam Lawson, Jack Doohan e Dennis Hauger.

Carregando…

Paddockast # 45
OS MELHORES E OS PIORES PILOTOS DA F1 2019

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar