Retrospectiva 2019: Alonso encontra redenção com título do WEC. Tänak vence no WRC

Pouco depois do fiasco de cair no ‘Bump Day’ das 500 Milhas de Indianápolis, Fernando Alonso fez as pazes com a vitória e, ao lado de Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima, conquistou o título do Mundial de Endurance da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) com o Toyota #8. No rali, Ott Tänak garantiu o título de 2019 do WRC

Fernando Alonso viveu dois extremos na temporada 2019. Bicampeão da Fórmula 1, o asturiano voltou a Indianápolis para seguir na busca pelo sonho da Tríplice Coroa, mas viveu um verdadeiro vexame, eliminado ainda no ‘Bump Day’. Menos de um mês, porém, o espanhol voltou a sentir o gosto do olimpo do esporte a motor com a conquista do título do Mundial de Endurance da FIA (Federação Internacional de Automobilismo). 
 
Ao lado de Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima, Alonso contou com a sorte para vencer as 24 Horas de Le Mans pela segunda vez na carreira e, de quebra, faturou o primeiro título no WEC a bordo do Toyota #8. Foi o primeiro Mundial de Fernando desde o bicampeonato da Fórmula 1. Nakajima, por sua vez, também fez história ao se tornar o primeiro japonês a vencer uma categoria de elite do automobilismo mundial.
Fernando Alonso, Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima (Foto: Michelin)
Paddockast #46
OS 10 MELHORES PILOTOS DA DÉCADA

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

O trio de Alonso chegou à lendária prova francesa precisando da vitória, mas a conquista veio lá com toques de dramaticidade. Faltando menos de duas horas para o fim da corrida, a vitória vinha encaminhada para o carro #7 da Toyota, mas dois furos de pneus e uma falha no câmbio acabou por eliminar a vantagem de mais de 2 minutos sustentada por José Maria ‘Pechito’ López. 
 
Nakajima, então, tratou de passar o colega de time para garantir a vitória em Le Mans pela segunda vez e, assim, conquistar o título do WEC com 198 pontos, 41 a mais do que o trio formado por López, Kamui Kobayashi e Mike Conway. 
 
Fernando, porém, não foi o único a comemorar um ano glorioso no endurance. Agora tricampeão da Stock Car, Daniel Serra conquistou sua segunda vitória em Le Mans, desta vez correndo pela Ferrari, na LMGTE-PRO. André Negrão venceu na LMP2, enquanto Felipe Fraga, na estreia, venceu na LMGTE-AM, mas acabou desclassificado horas depois da corrida. 
 
Na disputa pelo título da temporada 2018/19, Kevin Estre e Michael Christensen levaram a melhor no Mundial de GT, enquanto Egidio Perfetti, Jörg Bergmeister e Patrick Lindsey dividiram a conquista na GTE-AM.
Ott Tänak comemora a vitória no Rali de Portugal (Foto: Toyota Gazoo Racing)
E não foi só no Mundial de Endurance que a Toyota se deu bem. A marca fundada por Kiichiro Toyoda também levou a melhor no Mundial de Rali, com Ott Tänak, que encerrou anos de domínio de Sébastien Ogier. O estoniano conquistou o primeiro título da carreira no WRC ao terminar o Rali da Espanha na segunda colocação.
 
Ao lado do copiloto Martin Järveoja, Tänak conquistou um total de seis vitórias ― nos ralis da Suécia, Chile, Portugal, Finlândia, Alemanha e Grã-Bretanha ― e nove pódios ― Monte Carlo, México e Espanha ― na temporada, chegando aos 263 pontos, 36 à frente de Thierry Neuville, da Hyundai. De volta à Citroën, Ogier, seis vezes campeão do WRC, ficou com o terceiro posto na tabela. 
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube