Outras

Vereador faz representação oficial para mudar local do novo autódromo do Rio de Janeiro para bairro de Guaratiba

O GRANDE PRÊMIO apurou que o vereador Carlo Caiado (DEM-RJ) apresentou representação oficial para mudar a localidade do novo autódromo do Rio de Janeiro. Aproveitando mais uma explosão em uma série imensa de problemas no terreno cedido para o projeto em Deodoro, o vereador fez um ofício - já recebido pela FAERJ - para carregar a planta ao bairro de Guaratiba
Warm Up / PEDRO HENRIQUE MARUM, do Rio de Janeiro
 Vista aérea do terreno de Deodoro, no Rio (Foto: Divulgação)
As explosões da quinta-feira (12) no terreno reservado para a construção do novo autódromo do Rio, no bairro de Deodoro, na Zona Oeste da cidade, não deixaram sem movimentações o imbróglio da estrutura que vai substituir o assassinado circuito de Jacarepaguá. O GRANDE PRÊMIO apurou que uma representação oficial foi apresentada para tentar mudar o local do novo circuito para o bairro de Guaratiba, também no oeste da cidade.
 
A representação é do vereador Carlo Caiado (DEM-RJ), que já havia mostrado interesse em levar o autódromo para Guaratiba no início do processo. Com o gancho dado pela explosão que fez seis bairros do Subúrbio do Rio de Janeiro sentirem o chão tremer e janelas quebrarem, o vereador de terceiro mandato aproveitou para tornar seu apelo oficial.
 
As autoridades do automobilismo brasileiro já receberam o ofício e vão responder após o final das atividades momescas, quando o funcionamento dos órgãos públicos voltarem ao normal. 
 
E a Federação de Automobilismo do Estado do Rio de Janeiro e a Confederação Brasileira de Automobilismo veem a opção do novo local com bons olhos, especialmente porque Guaratiba fica relativamente perto da Barra da Tijuca, assim como ficava o antigo autódromo. Embora o local seja de acesso complicado, as opções de hotelaria acabam sendo diversas, no entendimento das instituições.
Terreno cedido para construção do autódromo de Deodoro é um campo minado (Foto: Reprodução/CBN)
Não apenas as explosões assustam CBA e FAERJ, mas o conjunto da obra. As instituições vinham tendo pouco contato com o Ministério do Esporte esperando a transição da pasta nos últimos meses da administração de Aldo Rebelo (PC do B-PE). O novo ministro é George Hilton (PRB-MG). 
 
Além disso, entende-se que a limpeza do terreno, que está sendo realizada pelo Exército, não tem acontecido a plenos pulmões sob a justificativa de que os militares tiveram de atuar na Copa do Mundo e agora possuem grande contingente na ocupação do Complexo de Favelas da Maré. 
 
 Caiado apoiou a candidatura vitoriosa de Luiz Fernando Pezão (PMDB-RJ) ao Governo do Rio de Janeiro em 2014, inclusive organizando evento em prol do antigo vice de Sergio Cabral. Com Eduardo Paes, Prefeito da cidade, no entanto, a relação é um pouco mais conturbada por conta de um veto do mandatário da Cidade Maravilhosa a um projeto de autoria do vereador.
 
Guaratiba é mais de 56 km distante do Centro, 26 km do antigo circuito e 36 km de Deodoro. Ainda não se sabe qual seria o terreno cedido para o autódromo, mas será um dos muitos de posse do Exército na divisa com o bairro de Santa Cruz.
 
Questionada pelo GRANDE PRÊMIO, a FAERJ afirmou que "todo processo está muito lento, principalmente em razão do momento político que o país passa, porém continuamos lutando pelo o autódromo do Rio de Janeiro. Tudo é muito confuso, mas enquanto houver esperança, haverá busca para nosso objetivo".
 
Em Deodoro ou Guaratiba, o certo é que a cada atualização de informações que envolvem o novo autódromo do Rio a única coisa que aumenta é a incerteza de que um o projeto vai de fato sair do papel.