Vice-campeão da F4 Italiana, Petecof analisa temporada de “altos e baixos”

Gianluca Petecof completou seu ciclo de dois anos na F4 no último fim de semana. O brasileiro de 16 anos, membro da Academia Shell Racing e da Academia de Pilotos da Ferrari, confirmou o vice-campeonato da F4 Italiana na esteira da rodada tripla de Monza. Na avaliação do jovem, foi um período de vitórias e muito aprendizado, com um 2019 marcado também por momentos difíceis

Gianluca Petecof concluiu, no último fim de semana, seu ciclo de duas temporadas correndo na F4, a primeira categoria em que correu nos monopostos depois de uma trajetória de muito sucesso no kart. O paulista de 16 anos, membro da Academia Shell Racing e da Academia da Ferrari disputou, pela equipe Prema Powerteam, os campeonatos italiano e alemão nos últimos anos. E depois de ter completado a temporada germânica na quinta colocação, Petecof encerrou sua jornada na F4 Italiana com a rodada tripla em Monza, conquistando o vice-campeonato da categoria.
 
Ao todo, Gianluca marcou quatro vitórias, um total de oito pódios e duas poles na temporada 2019 da F4 Italiana, evoluindo na comparação com o ano passado, quando triunfou uma vez e foi outras quatro ao pódio. Na F4 Alemã, o brasileiro conquistou uma vitória, um total de cinco pódios e outras duas poles. Em 2018, o piloto foi uma vez ao pódio na categoria.
 
Petecof teve um começo de temporada muito forte, abrindo a F4 Alemã e também a F4 Italiana com vitórias. No entanto, sobretudo no campeonato italiano, após dominar o primeiro terço do campeonato, conviveu com uma série de problemas perdeu performance. Ao mesmo tempo, viu a ascensão de um grande adversário: o norueguês Dennis Hauger, que conquistou o título da temporada.  
Gianluca Petecof começou 2019 triunfando nos campeonatos italiano e alemão da F4 (Foto: Divulgação/Prema Powerteam)
O brasileiro faz um balanço do que foi não apenas a temporada 2019 em si na F4, mas seu ciclo como um todo na categoria de base.
 
“Foram muitos fins de semana nesse meu segundo ano pilotando carros. Foram muitas corridas, com altos e baixos, mas fechamos com o vice-campeonato italiano. Nesse segundo ano com a Prema, achamos algumas dificuldades no caminho. Esperávamos muito dessa temporada e conseguimos demonstrar a nossa força em diversos momentos”, explicou.
 
“O importante é fazer um balanço bem detalhado de tudo para seguir em frente, e é isso que vamos fazer para o ano que vem. Esse ano, num balanço geral, começamos a temporada muito bem, sempre na frente. No Italiano, foram três vitórias nas primeiras cinco corridas, mas depois, tanto eu como a equipe, faltamos com a performance, além de alguns erros que custaram alguns pontos. Tivemos também um adversário muito forte e não conseguimos trazer o título para casa. Não fossem alguns momentos difíceis e corridas complicadas, poderíamos ter feito mais pontos”, disse Petecof.
Gianluca Petecof ressaltou todo o aprendizado ao longo de dois anos na F4 (Foto: Prema Powerteam)
“No Alemão, o campeonato é mais levado pela consistência, já que não há o descarte dos cinco piores resultados, como no Italiano. Houve alguns incidentes dos quais não tivemos controle, e outros que poderíamos ter evitado, e alguns finais de semana com a performance longe do ideal, tanto da minha parte como da equipe, e ficamos em quinto”, salientou Gianluca, colocando a condição da F4 como importante passo no seu processo de aprendizado visando a sequência da sua carreira nas pistas.
 
“Erros acontecem, um mais ou menos grave pode ter consequência melhor ou pior, mas o importante é que nesses meus dois primeiros anos eu tenha cometido os erros que precisava para aprender e crescer como piloto e pessoa dentro e fora da pista”, comentou. “Foram dois anos de muito aprendizado, o que basicamente é o objetivo da Fórmula 4, aprender toda a base do automobilismo para seguir na Fórmula 3 e na Fórmula 2. São anos que vão me ajudar em qualquer categoria que eu for correr no futuro”, concluiu Petecof.

Paddockast #38
CORRIDAS POLÊMICAS DA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube