Zanardi mostra empolgação por defender Itália em Paralimpíada: “Vou contar para sempre"

Exemplo de superação, Alessandro Zanardi integrará a delegação que a Itália levará a Londres, no fim deste mês, para a disputa da Paralimpíada. O italiano competirá na prova do ciclismo de mão, pela qual declarou seu amor

Prestes a representar a Itália nos Jogos Paralímpicos de Londres, que começam no dia 29 de agosto, Alessandro Zanardi se disse apaixonado por seu novo esporte e pela oportunidade de defender seu país no evento. O ex-piloto chegará à Inglaterra como um dos favoritos para conquistar a medalha de ouro no ciclismo de mão, cujas provas acontecerão no autódromo de Brands Hatch, em Kent, nos arredores de Londres.

Em entrevista ao canal de TV americano Speed, o italiano voltou a comentar sua volta por cima no esporte depois do gravíssimo acidente que sofreu no Lausitzring, na Alemanha, em 2001. Tragicamente, Zanardi teve as duas pernas amputadas.

Alex Zanardi é um dos favoritos para a prova do ciclismo de mão (Foto: Facebook)

“O fato de que eu fui capaz de transformar uma desgraça não só em uma oportunidade, mas em uma grande oportunidade… Eu não faria o que faço hoje se não amasse isso”, declarou Zanardi.

“O fato de que eu me apaixonei pelo ciclismo de mão, pelo o que eu faço hoje, o fato de que eu fui capaz de me classificar para os Jogos Olímpicos é algo que eu vou contar para sempre aos meus amigos”, acrescentou o bicampeão da Cart.

O programa, que irá ao ar no próximo fim de semana, conta também com a participação de outros nomes do automobilismo norte-americano, que comentaram a nova empreitada que Zanardi tem pela frente.

Atual tricampeão da Indy, Dario Franchitti definiu Zanardi como “diferente”. O escocês reconheceu que o colega é um exemplo de superação. “Ele não pensa da mesma maneira que nós. Ele não sabe o que a palavra ‘não’ significa. Quando sofreu aquele acidente, eu pensei que, se ele conseguisse passar por aquilo, poderia nos mostrar coisas incríveis”, falou Franchitti.

Max Papis disse que “a determinação dele o trouxe a onde ele está neste momento”. O compatriota de Zanardi disse que, apesar de tudo que lhe aconteceu, nada mudou em sua personalidade. “Mesmo que ele não tenha mais suas pernas, ele ainda é a mesma pessoa. Tem o mesmo desejo. Alex tem mostra às pessoas que você ainda pode atingir seus objetivos e sonhos na vida, mesmo quando as coisas não aconteçam conforme o planejado”, destacou o piloto.

Até o ano de 2009, Zanardi competiu no automobilismo, no Mundial de Carros de Turismo, o WTCC. No fim da temporada, porém, ele abandonou o esporte a motor para se dedicar integralmente ao ciclismo de mão e partir em busca de uma medalha. No ano passado, Zanardi venceu a maratona de Nova York, na mesma modalidade que disputará na Paralimpíada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube