O que envolve o PROJETO do AUTÓDROMO de DEODORO para a F1 | Cadeira Cativa #18

O Cadeira Cativa chega à edição de número 18 nesta semana. O programa, apresentado por Flavio Gomes recebe os jornalistas Demétrio Vecchioli e Roberto Kaz para discutir a polêmica situação do projeto do autódromo de Deodoro, no Rio de Janeiro, que planeja receber etapas da Fórmula 1 e MotoGP. Demétrio Vecchioli é jornalista e já […]

O Cadeira Cativa chega à edição de número 18 nesta semana. O programa, apresentado por Flavio Gomes recebe os jornalistas Demétrio Vecchioli e Roberto Kaz para discutir a polêmica situação do projeto do autódromo de Deodoro, no Rio de Janeiro, que planeja receber etapas da Fórmula 1 e MotoGP.

Demétrio Vecchioli é jornalista e já passou pelo site UOL, pela Rádio Estadão e trabalhou na Agência Estado. Também foi repórter freelancer para a revista ISTOÉ e atualmente é dono do blog Olhar Olímpico, também no UOL, que acompanha a governança do esporte.

Roberto Kaz trabalhou como repórter nos jornais Folha de S.Paulo e O Globo. Atualmente está na revista Piauí e produziu reportagens sobre o projeto para a construção do autódromo e os impactos na Floresta do Camboatá, área que poderá ser destruída para dar lugar ao circuito.

O Cadeira Cativa, que reúne jornalistas e especialistas do esporte a motor, tem produção de Evelyn Guimarães, Gabriel Carvalho, Pedro Luis Cuenca e Rodrigo Berton.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar