Porsche

Allgaier avalia Porsche Endurance Series como “divertida e incrível” e faz comparação com Nascar

Justin Allgaier foi um dos grandes convidados da Porsche Endurance Series. Em Goiânia, o piloto correu ao lado de Miguel Paludo, marcando seu terceiro ano consecutivo na categoria, que ele vê com bons olhos e não poupou elogios

Warm Up / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
Justin Allgaier não escondeu como ficou satisfeito por participar mais uma vez da Porsche Endurance Series. Pelo terceiro ano, o norte-americano fez dupla com Miguel Paludo na corrida de longa duração, e aproveitou para encher de elogios a categoria.
 
Desde sua estreia, em 2016, o piloto fez par com o gaúcho. Em 2017, inclusive, o ajudou a conquistar o título da categoria de longa duração após terminarem os 500 km de Interlagos na terceira colocação.
 
Ao comentar sobre a Porsche, Allgaier frisou todos os pontos positivos. “A Porsche Cup é incrível, é muito divertido vir aqui. O que Dener fez com a categoria, as pistas que corremos, toda a experiência, é tudo muito divertido”, falou ao GRANDE PRÊMIO.
 
“Claro que, do ponto de vista de um piloto, é ótimo, mas para um patrocinador, o que a marca pode fazer, há muitas coisas que fazem a experiência incrível”, continuou.
Paludo e Allgaier em Goiânia (Foto: Luca Bassani)
Já participando há tantos anos, Justin aproveitou também para frisar as mudanças que percebeu com o passar do tempo, especialmente com o novo Porsche, adotado em 2018. “A grande mudança, para mim, é tudo o que envolve a categoria”, apontou.
 
“Dener está fazendo um bom trabalho em tornar tudo ainda melhor. Não que não fosse bom quando comecei, mas a cada ano o nível da categoria cresce, o novo Porsche 4.0 é incrível, poder pilotá-lo é excelente, muito divertido. Muita coisa mudou, a categoria está crescendo, é incrível”, continuou.
 
Atualmente, Allgaier corre na Xfinity da Nascar. Em temporada bastante positiva, aparece em sexto. Então, comparou as duas categorias, frisando que “há muitas similaridades e muitas diferenças comparando com a Nascar”, comentou ao GP.
 
“As corridas de Endurance têm a mesma duração das corridas da Nascar, é bom para mim, pois estou acostumado, não que isso me deixe melhor aqui, mas me sinto mais confortável. Os pilotos também são competitivos e talentosos, e para mim é bom, pois posso correr com caras que respeito muito e aprendo com eles, então é muito, muito bom.”
 
Por fim, Justin elogiou o circuito de Goiânia. “Goiânia é muito diferente de Interlagos. Aqui é um circuito mais veloz, é um dos circuitos mais velozes que já estive, mas é bastante divertido. Tem muito espaço aberto, muita grama, é muito legal estar aqui de volta”, encerrou.
 
Nos 300 km de Goiânia, que aconteceu no dia 13 de outubro, o norte-americano e Paludo não contaram com tanta sorte. Com problemas no carro, a dupla terminou a corrida apenas na 12ª colocação.