Porsche

Enzo Elias supera Felipe Baptista no final para conquistar vitória na corrida 1 da Carrera Cup 3.8 em Curitiba

Enzo Elias soube crescer na corrida 1 da Carrera Cup 3.8 em Curitiba. Ganhando posições e administrando ao longo da disputa, deu o bote definitivo nos minutos finais para conquistar mais uma vitória na temporada

Grande Prêmio / NATHALIA DE VIVO, de Curitiba
Enzo Elias mostrou o motivo de ser o líder da Carrera Cup 3.8. Neste sábado (27), na primeira corrida da categoria em Curitiba, o piloto mostrou bom desempenho, assumiu a ponta e conquistou a vitória.
 
Elias largou mais para trás do pelotão. Entretanto, foi crescendo ao longo da disputa, figurando entre as posições da ponta. Na reta final, então, estava em segundo e começou a pressionar de forma mais concreta Felipe Baptista.
 
Até que, nos minutos finais, conseguiu dar o bote definitivo em cima do titular da Academia Shell Racing para ficar com a vitória. Matheus Iorio ficou na segunda colocação, com Felipe fechando o top-3.
Enzo Elias (Foto: Luca Bassani)
Saiba como foi a corrida 1 da Carrera Cup 3.8 em Curitiba:
 
Largada autorizada e Felipe Baptista conseguiu manter a primeira colocação. Mas, enquanto na ponta as coisas mantinham as posições, mais para trás o primeiro acidente era registrado, com Nelson Monteiro, Paulo Totaro, Ramon Alcaraz e Kim. Com isso, o safety-car saiu na pista.
 
Com a primeira volta bastante caótica, a ordem que era vista na folha de tempos era Felipe Baptista, Matheus Iorio, Raphael Reis, Enzo Elias e Gustavo Kiryla ocupavam as cinco primeiras colocações da prova.
 
Não demorou para que a relargada fosse autorizada, com o titular da Academia Shell Racing tendo que lidar com a pressão de Matheus Iorio. O #34 deu o bote em cima do #121 e até conseguiu ultrapassar, mas passou reto no S de baixa.
 
Entretanto, Iorio não chegou a perder muito tempo com o erro, seguindo colado na traseira de Baptista. Enquanto isso, Raphael tinha sua própria batalha contra Enzo, que estava empenhando em conseguir o terceiro posto.
 
Enquanto isso, na GT3 Cup 3.8 as coisas estavam bastante apertadas. Chico Horta era o primeiro colocado, seguido por Fran Lara e Marco Billi. Um pouco mais afastado do trio vinham Urhani e Urubatan.
 
Pouco depois, surgiu a informação de que Urubatan teria que pagar um drive-through por ter queimado a largada da corrida. Enquanto isso, Chicho Horta perdeu a posição para Fran Lara e acabou rodando sozinho depois, caindo para terceiro.
 
Enquanto isso, na ponta do pelotão Felipe Baptista seguia com a ponta, enquanto Iorio tentava pressionar o líder. Raphael Reis e Enzo Elias estavam disputando pelo terceiro posto, com o #73 dando o bote no adversário, mas passando reto na curva.
 
Até que, Kyrila começou a perseguir Reis também. O piloto tentou avançar em cima do #78, mas os dois acabaram rodando na pista e caíram algumas posições, com Gustavo indo para 15º e Raphael caindo para 12º.
 
A relargada aconteceu com pouco mais de oito minutos para a bandeira quadriculada. Pouco mais para frente, Iorio conseguiu enfim superar Felipe para tomar a primeira colocação. Mas o pole-position não estava disposto a entregar a vitória, conseguindo dar o troco.
 
Quem se aproveitou disso foi Enzo, que colocou lado a lado com Matheus. Chegou a tomar um chega para lá, mas conseguiu tomar o segundo posto. Iorio, Tomasoni e Reis completavam o top-5 da corrida.
 
Na reta final da prova, então, uma atitude um pouco surpreendente dos comissários. Por conta do acidente com Kirylo, Raphael Reis foi excluído da corrida.
 
Com menos de três minutos para a bandeira quadriculada, então, Enzo Elias conseguiu enfim assumir a primeira colocação do pelotão. O piloto da Shell ainda cometeu um pequeno erro, abriu demais na curva e perdeu o segundo posto para Iorio.
 
Bandeira quadriculada e Enzo Elias conquistou mais uma vitória na Carrera Cup 3.8. Iorio cruza a linha de chegada na segunda colocação, com Felipe Baptista e Tomasoni completando o pódio da categoria.
 
Na classe GT3 Cup 3.8, Fran Lara ficou com o triunfo, com Marco Billi, Urhani, Urubatan Junior e Nelson Marc completaram o top-5 da disputa.