Porsche

Kaesemodel fala em “corrida muito estratégica” da Endurance Series e celebra título: “Ano maravilhoso”

Lico Kaesemodel fechou seu 2018 da melhor maneira. Em Interlagos, correndo ao lado de Ricardo Zonta na Porsche Endurance Series, conquistou o título da temporada. Fato muito comemorado, o piloto ressaltou como o ano foi maravilhoso para ele
Warm Up / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
 Lico Kaesemodel (Foto: Dalton Yamashita/Grande Prêmio)
Lico Kaesemodel teve o melhor desfecho possível para seu ano na Porsche Endurance Series. Em Interlagos, ao lado de Ricardo Zonta, cruzou a linha de chegada na quarta colocação para garantir o título da temporada 2018.
 
A palavra que poderia definir a campanha da dupla da Shell pode ser constância. Mesmo sem nenhuma vitória, o caneco veio no final do ano, algo que o próprio piloto chegou a comentar após a prova. “Foi uma corrida de muita estratégia, não tínhamos o carro mais rápido do final de semana, mas fomos bastante constantes”, disse ao GRANDE PRÊMIO.
 
“Isso foi muito importante. No decorrer do campeonato inteiro fomos assim, esse quarto lugar nos deu o título do endurance e para mim o overall. Estou muito feliz em acabar o ano assim”, completou o piloto.
O carro de Zonta e Kaesemodel (Foto: Dalton Yamashita/Grande Prêmio)
É claro que, na avaliação do curitibano, o ano foi para lá de positivo. “Foi muito bom, só não consegui ser campeão na Sprint, do resto fomos campeões. Ótimo, muito bom para a Shell, é o primeiro título do automobilismo brasileiro da Shell. Então fazer parte disso é muito legal”, apontou.
 
E o título não poderia vir com um companheiro melhor. O ano de 2018 é o segundo da parceria entre Lico e Ricardo, uma parceria que mostrou dar certo. “Com certeza [ser parceiro do Zonta foi fundamental]”. 
 
“Não é o primeiro ano, já é o segundo que fazemos parceria. Funciona, o Zonta é um cara muito legal, é da minha cidade, lá de Curitiba, nós nos damos bem, e agora veio para coroar esse ano maravilhoso”, completou.
 
Por fim, questionado de quando percebeu que o título vinha, afirmou que “faltando dez voltas. Aí o Zonta falou que estava com um probleminha de pressão de pneus, aí ficamos apreensivos, mas deu tudo certo e somos campeões”, encerrou.