Porsche

Müller ressalta “ritmo forte e poucos erros” durante corrida da Porsche Cup e comemora “importantes pontos”

Marçal Müller era só sorrisos após a primeira corrida da Porsche Cup em Interlagos. Neste sábado (16), após sair da pole-position, venceu de ponta a ponta a primeira prova do dia. Avaliando o desempenho, comemorou o bom ritmo apresentado
Grande Prêmio / NATHALIA DE VIVO, de Interlagos
Marçal Müller teve um começo de temporada muito positivo em Interlagos. Neste sábado (16), largando da pole-position na primeira corrida da Porsche Cup, o piloto não deu abertura para os adversários e conquistou uma vitória de ponta a ponta.
 
Assim que a saída para a disputa foi autorizada, o piloto logo abriu distância para o restante do pelotão. Chegou a perder um pouco da vantagem durante a prova, mas ainda assim cruzou a linha de chegada com um respiro de 0s6.
 
Ao avaliar a prova, ressaltou o bom preparo para o início do campeonato. “Muito bom, trabalhei bastante para isso, não poderia começar melhor. Fiz uma pole-position, então saindo da frente, conseguindo administrar a prova com ritmo forte, sem cometer erros e somando importantes pontos para o campeonato”, falou ao GRANDE PRÊMIO.
 
“Imprimi ritmo forte no início, cometi poucos erros na metade da prova, que eles conseguiram chegar um pouco, mas no final consegui administrar bem o desgaste dos pneus muito bem e consegui a vitória”, completou.
Enzo Elias (Foto: Luca Bassani)
Agora, o piloto prevê encarar dificuldade um pouco maior na segunda corrida, já que vai ter de correr com o lastro. “A previsão não tenho ideia do que vai acontecer. Mas como ganhei a primeira bateria já começo com o lastro de sucesso agora dde 35 quilos, que dificulta um pouco. Então é esperar para ver e tentar somar bons pontos também na segunda prova”, encerrou.
 
Enzo Elias fala em corrida difícil, mas ressalta “muita emoção” com primeira vitória na Porsche Cup
 
Já na classe Carrera Cup 3.8, o vencedor foi inédito. Enzo Elias teve uma boa prova, conseguiu se recuperar na parte final e cruzou pela primeira vez a linha de chegada na primeira colocação.
 
Depois de largar da pole, o piloto chegou a cair para terceiro, vendo Murilo Coletta e Matheus Iorio pularem na sua frente. Mas perto do final da disputa, recuperou terreno para fechar em primeiro, emoção que não conseguia descrever.
 
“É muita emoção. A primeira na Porsche, estou muito, muito feliz. Foi uma corrida muito difícil, Murilo e Matheus dando trabalho para caramba. Mas foi uma disputa limpa, muito justa entre nós três a corrida inteira”, falou.
 
“Mas ainda bem que deu tudo certo, claro que tem o fator sorte também nas corridas. Mas deu tudo certo, a gente jogou com consciência, calma, e veio a primeira vitória de muitas nesse ano. Vamos em busca do título”, encerrou.