Porsche

Müller vence disputa acirrada na classificação e conquista pole-position da Porsche Cup no Velo Città

Marçal Müller se destacou no Velo Città. Nesta sexta-feira (31), o piloto venceu a briga na acirrada classificação em Mogi Guaçu, anotou o tempo de 1min27s517 e é quem larga da pole-position na classe Carrera Cup 4.0. Na Carrera Cup 3.8, é Enzo Elias quem sai na frente

Warm Up, de Mogi Guaçu / NATHALIA DE VIVO, do Velo Città
Marçal Müller é quem vai sair na frente na Porsche Cup no Velo Città. Na tarde desta sexta-feira (31), em uma classificação para lá de apertada, o piloto anotou a marca de 1min27s517 para conseguir a pole-position da corrida 1 do final de semana.
 
A tomada de tempos já se desenhava disputada ainda na primeira parte da sessão. Marcel Coletta, Ricardo Baptista e Miguel Paludo eram nomes que apareciam constantemente ao lado do #544 na ponta da tabela.
 
Quando foi para a fase final da sessão, as coisas ficaram ainda mais apertadas em Mogi Guaçu. Mas, no final, Müller acabou levando a melhor na pista para sair na frente na terceira etapa da temporada. Na classe GT3 Cup 4.0, é Sylvio de Barros quem larga na pole.
 
Pouco depois, foi a vez da classe 3.8 ir para a tomada de tempos no Velo Città. Mostrando grande desempenho e emulando o resultado de 2018, quem ficou com a primeira colocação do grid de largada foi Enzo Elias. 
Marçal Müller (Foto: Porsche Cup)
Confira como foi a classificação da Porsche Cup no Velo Città:
 
O início da classificação começou bastante animado no Velo Città. O primeiro nome a aparecer na ponta da tabela foi Ricardo Baptista. Entretanto, o piloto logo foi superado por Marcel Coletta, e os dois começaram uma constante troca de posições.
 
O #27 deu o troco em cima do representante da Cimed, mas o #177 não satisfeito, cravou a marca de 1min28s156 e aparecia na primeira posição da classificação com menos de sete minutos para o final. Miguel Paludo era quem vinha em segundo, mas pouco depois foi Marçal Müller quem surgiu atrás do ponteiro, com uma desvantagem de apenas 0s036.
 
Com cinco minutos para a bandeira quadriculada tremular, Coletta sustentava a primeira colocação, com Müller, Paludo, Pedro Aguiar, Ricardo Baptista, Werner Neugebauer, Vitor Baptista, Eloi Khuri, Sylvio de Barros, da GT3 Cup 4.0, e Alceu Feldmann completavam o top-10 do momento.
 
Com a primeira parte da sessão quase encerrada, a direção de prova indicou que Sylvio de Barros perdeu sua melhor volta do treino por conta de um corte de pista. No momento, o piloto estava em quarto com 1min28s410.
 
Encerrada a parte inicial da tomada de tempos da classe 4.0, quem avançou para a disputa da pole-position foi Marcel Coletta, Müller, Paludo, Barros, Aguiar, Ricardo Baptista, Vitor Baptista, Neugebauer, Feldmann e Khouri.
 
Não demorou muito para que os pilotos deixassem os boxes e voltassem para a pista para a parte final da sessão. Agora, os dez mais rápidos teriam dez minutos para brigar pela posição de honra do grid para o sábado.
 
Ricardo Baptista foi o primeiro a anotar o tempo mais rápido com 1min28s841. Entretanto, logo Paludo tratou de bater o tempo do #27 ao fazer 1in28s781. Mas novamente o líder mudou, com Neugebauer se colocando na ponta.
 
As coisas estavam bastante agitadas na definição das posições do grid, com a pole-position provisória mudando constantemente de mãos. Com pouco mais de três minutos para o final da sessão, era Müller quem estava na ponta com 1min27s517. 0s152 mais lento, Coletta vinha logo atrás.
 
Bandeira quadriculada no Velo Città. Com 1min27s517, foi Müller quem conseguiu a pole-position para a primeira corrida do final de semana. Com 0s152 de desvantagem, é Marcel quem divide a primeira fila com o #544. Neugebauer, Vitor Baptista e Paludo encerram o top-5.
Enzo Elias (Foto: Porsche Cup)
Depois, foi a vez da classe 3.8 ir para a pista. Com pouco menos de dez minutos para o encerramento da sessão, Enzo Elias aparecia no topo com a marca de 1min29s670. Quem vinha em segundo era Felipe Baptista, com Matheus Iorio fechando o top-3.
 
Com a primeira fase da sessão chegando ao fim, os dez pilotos que avançariam para a parte final e brigariam pela posição de honra do grid eram Enzo Elias, Felipe Baptista, Iorio, Fran Lara, Marco Billi, Chico Horta, Nelson Monteiro, Marcelo Tomasoni, Vitte e Marc.
 
Começou então a última atividade da sexta-feira no Velo Città. Os dez pilotos estavam na pista para tentar conseguir a pole-position para a corrida do sábado. Eles teriam dez minutos para suas voltas rápidas.
 
Assim que os tempos começaram a ser anotados, foi Felipe Baptista o primeiro a aparecer na ponta da tabela. Com 1min30s159, o representante da Academia Shell Racing sustentava a pole provisória. Em segundo vinha Fran Lara, ficando com a posição de honra do grid da GT3 Cup 3.6.
 
Mas as coisas rapidamente mudaram no traçado do interior de São Paulo. Com menos de cinco minutos para o encerramento do dia, Enzo Elias anotou 1min30s065, superou o #121 em 0s064 e aparecia na ponta.
 
Bandeira quadriculada tremulou no Velo Città e ninguém mais tirou a pole-position das mãos de Enzo. Assim como em 2018, o piloto larga da posição de honra do grid em Mogi Guaçu. Felipe Baptista é quem divide a primeira fila com o #73.