Porsche

Paludo ressalta forte preparação para 2019 e destaca alto nível da Porsche Cup: “A cada ano sobe mais”

Miguel Paludo está com a motivação em alta para a temporada 2019 da Porsche Cup. Ressaltando a forte preparação a que se dedicou durante as férias, o piloto afirmou que a cabeça está totalmente voltada na conquista do título, apesar do alto nível do grid da categoria

Grande Prêmio / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
Miguel Paludo está animado com o início da temporada 2019 da Porsche Cup. Com expectativas em alta, o piloto ainda ressaltou a grande preparação durante as férias, vendo sua forma como a melhor para encarar o ano.
 
O campeonato de 2018 foi bastante competitivo para o #7. Colecionando bons resultados desde a primeira etapa, chegou ao final do ano disputando o título da Sprint, Endurance e Overall. Entretanto, acabou ficando sem os canecos.
 
Agora, espera que em 2019 dê a volta por cima. “A expectativa de ganhar outro campeonato. Ano passado passou por um detalhe, uma posição nos tirou o campeonato overall. Nós trabalhamos durante as férias para buscar o que está faltando e chegar aqui preparado”, falou ao GRANDE PRÊMIO.
 
“Acho que estou em minha melhor temporada em termos de preparo e comunicação de equipe. Está todo mundo na mesma página, estou supermotivado para esse ano, a Brandt está muito motivada para pegar esse campeonato de volta”, seguiu.
Miguel Paludo (Foto: Victor Eleutério)
“Então, vamos desde a primeira etapa com a mentalidade de chegar na prova de endurance, em dezembro, com chances de brigar por mais um título”, completou.
 
O piloto ainda ressaltou como a motivação está em alta no início do campeonato. “Todo piloto, no fim do campeonato, quer a briga pelo título. Não existe garantia de nada, se vai ser campeão, se vai ser vice, não sabe”, pontuou.
 
“Ano passado, briguei por todos os três títulos, na F1 fiquei um ou dois pontos; no endurance e no overall também foi só uma posição de diferença. Então isso só me motiva mais para continuar a fazer nosso trabalho e melhorar o que tem que ser melhorado para poder ter essa posição de volta na última corrida”, seguiu.
 
Paludo já coleciona anos e títulos na Porsche Cup, vivenciando as diferentes fases que a categoria já passou. Atualmente, o piloto reconheceu o alto nível do grid. “Acho que todo ano esse nível sobe cada vez mais”, disse.
 
“Quando foi criado o campeonato de endurance a barra subiu bastante, isso puxou todo mundo para melhorar. Então, não vejo essa barra nunca descer, sempre brigamos pelo décimo, e acho que isso só vai aumentar com o passar da temporada e dos anos também”, completou.
Miguel Paludo (Foto: Luca Bassani)
Por fim, Miguel comentou a mudança sofrida pelo calendário antes do início da temporada – a segunda etapa, que seria realizada em Interlagos, foi mudada para Curitiba. O #7 viu com bons olhos a alteração, já que um calendário mais diversificado exige mais dos pilotos.
 
“Acho que toda vez que temos várias pistas no calendário, isso faz com que todos tenham que trabalhar mais e tudo mais. Ao mesmo tempo, o acerto que usamos aqui em uma etapa, não é o mesmo que vamos usar daqui três meses”, comentou.
 
“Então sempre tem variações de temperatura, de aderência na pista, a categoria que andou no final de semana anterior solta uma borracha na pista. Então, uma variedade de pistas com certeza faz um show melhor, mas também Interlagos não deixa nada a desejar”, concluiu.