carregando
Porsche

Retrospectiva 2019: Campeão na Carrera Cup 3.8, Enzo Elias cita “dever cumprido”

Enzo Elias teve um grande ano para se orgulhar em 2019. Mostrando grande evolução ao longo da temporada, terminou o campeonato como o grande campeão da Porsche Cup na classe Carrera Cup 3.8

Grande Prêmio / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
Enzo Elias teve um ano daqueles na Porsche Cup. Em sua segunda temporada na Carrera Cup 3.8, mostrou evolução com o passar das provas e encerrou da melhor maneira possível: como o grande campeão da classe.
 
O começo do campeonato não foi dos mais fáceis, pois tentou uma das vagas do Junior Program e perdendo por muito pouco. Mas sem se deixar abalar, conseguiu suas primeiras vitórias, foi somando importantes pontos e enfim colocou as mãos no caneco.
 
Ao GRANDE PRÊMIO, o #73 fez um balanço de sua campanha. “Foi um ano de crescimento. Sou outro piloto do começo do ano, comecei muito bem com vitória, mas aprendi muitas coisas durante o ano, crescemos como equipe, como time, cresci muito como piloto”, falou.
 
“Ano de crescimento, aprendizado, amadurecimento, ano de resultados muito bons. Tive um resultado só de azar, de resto foi tudo maravilhoso, como o planejado. Tudo isso também para poder lavar a alma de algumas etapas que deram errado. Fiquei muito contente”, seguiu.
Enzo Elias na cerimônia dos campeões da Porsche (Foto: Vitor Eleutério)
É verdade que houve momentos que o piloto pensou que o título não viria, mas sempre manteve o otimismo em alta. “Sempre tive a positividade lá em cima. As coisas ficaram um pouco complicadas na penúltima etapa, tiveram dois acidentes que não deu para desviar, acabei ficando neles”, contou.
 
“Perdi os dois descartes que é algo que ajuda muito, então, estava refém disso. Acabou que perdi a liderança por conta disso. Na decisão o Felipe chegou na minha frente na primeira, então, ali foi o momento que tive mais risco, que era onde precisava arriscar tudo e não tinha mais chance para erro porque não tinha mais descarte. Acho que aquele momento foi o mais tenso, mas sempre mantivemos a positividade acima de tudo”, continuou.
 
E a sensação depois de perceber que era campeão? “É indescritível, só vivendo para entender, fiquei arrepiado dentro do carro. Curti pilotar, foi uma paz, sensação de dever cumprido. Foi só alegria, sem pressão, sem nenhum sentimento ruim, só alegria e diversão”, encerrou.
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.