Porsche

Vitor Baptista fala em “final de semana difícil” no Velo Città, mas se diz satisfeito com pontos

Vitor Baptista avaliou a etapa do Velo Città da Porsche Cup como difícil. Em Mogi Guaçu, o piloto afirmou que encontrou problemas, mas mesmo assim celebrou os bons pontos conseguidos para o campeonato

Grande Prêmio / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
Vitor Baptista não teve um de seus finais de semana mais fáceis no Velo Città. Na terceira etapa da Porsche Cup, o piloto teve duas corridas complicadas, mas mesmo assim conseguiu somar importantes pontos para o campeonato.
 
Na primeira disputa em Mogi Guaçu, o representante da Academia Shell Racing largou do quarto posto do grid. Mesmo em uma pista de difícil ultrapassagem, pulou uma posição e cruzou a linha de chegada em terceiro.
 
Mas o problema veio mesmo na segunda prova. Na largada, onde saiu de sexto, acabou se envolvendo em um entrevero com Werner Neugebauer. Isso o fez cair algumas posições e ter uma avaria em seu carro. No final, recebeu a bandeira na quinta colocação, beliscando o último degrau do pódio.
 
Ao avaliar a passagem pelo Velo Città, o #120 reconheceu que não foi das mais fáceis. Ainda assim, comemorou ter conseguido bons pontos para a classificação. “Foi um final de semana difícil, tanto em questão de performance quanto alguns incidentes dentro da pista”, disse ao GRANDE PRÊMIO.
Vitor Baptista (Foto: Luca Bassani)
“Nós largamos de quarto lugar na primeira corrida, é uma pista muito difícil de ultrapassar, então apesar de termos um ritmo muito bom na corrida, ficamos encaixotados atrás do segundo lugar. Então finalizei em terceiro lugar, foi bom para os pontos, Marçal [Müller] foi o segundo, que é minha briga direta do campeonato”, seguiu.
 
“Na segunda corrida acabei tendo um incidente na largada com um piloto que desrespeitou as regras na largada. Acabou prejudicando o resto da corrida inteira, teve uma avaria na frente, a gente tinha um ritmo muito rápido”, emendou.
 
“E é aquele negócio, estava lá atrás tendo que escalar o pelotão. Acabei em quinto lugar na frente do Marçal, então acho que conseguimos recuperar os pontos. Então estou feliz com a pontuação e vamos trabalhar para a próxima”, concluiu.
 
Após a etapa em Mogi Guaçu, Vitor Baptista segue líder da classe Carrera Cup 4.0, somando 108 pontos. O piloto tem 16 de respiro para o segundo colocado.

Paddockast #20
Punições tardias, circuitos chatos... O que tem de acabar no esporte a motor?



Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.