Alonso já muda discurso após bater meta no Dakar: “Se voltar, é para vencer”

Fernando Alonso não poderia ficar mais satisfeito com o desfecho de seu primeiro Dakar. O espanhol, que tinha o objetivo de completar a disputa, comemorou ter encerrado sem maiores problemas e já afirmou que se voltar, é para vencer

Fernando Alonso ficou bastante satisfeito com seu desempenho de estreia no Dakar. O espanhol ficou tão feliz que inclusive já deixou claro que caso volte para disputar a prova, vai ser para vencer.
 
O bicampeão de Fórmula 1 fez sua primeira aparição no rali mais famoso do mundo em 2020. Ao lado de Marc Coma, chegou a enfrentar alguns problemas ao longo dos dias, como até mesmo uma capotagem, mas terminou a disputa em 13º.
 
Entretanto, desde o início deixou claro que o principal objetivo era concluir a prova, o que trouxe grande satisfação. “É um rali mais duro e terminá-lo era um dos meus principais objetivos. Eu me senti competitivo em quase todos os dias”, falou.
 
“Na última etapa, tivemos um furo, pegamos Yazeed [Al Rajhi] e ainda terminamos em quarto, então acredito que mais uma vez brigamos pela vitória da etapa. Não poderia estar mais feliz. Terminei meu primeiro Dakar, sei que há muitas pessoas que tentam muitas vezes até conseguir e tive a sorte e a equipe perfeita para conseguir de primeira”, continuou.
Fernando Alonso (Foto: ASO / DPP)

Alonso ainda exaltou a parceria que fez com Coma, bastante experiente no Dakar. “Acredito que sem Coma não conseguiria terminar. Ele sabe os ritmos de corrida. Para mim, que era um novato, seus conhecimentos foram geniais”, apontou.
 

“Pensava que estaríamos muito mais longe. Foi algo pessoal. Queria viver o rali do princípio ao fim com todas as experiências. Creio que não há nada mais diferente da F1 do que o Dakar. Se sou competitivo aqui, podendo inclusive lutar por uma vitória de etapa, acredito que posso ser competitivo em qualquer categoria do esporte a motor”, sublinhou.
 
Por fim, Fernando ainda não quer pensar no assunto, mas já tem grandes planos caso decida voltar a competir no rali. “Se decidir fazer outro Dakar seria com expectativas altas. Agora não quero pensar nisso. Estou feliz em como foi. Logicamente, depois da primeira experiência e ser competitivo, se voltar no futuro será para tentar vencer, para conseguir mais uma vitória importante em minha carreira”, destacou.
 
“Mas, para isso, ainda me faltam coisas. Teria que ter uma preparação mais precisa e detalhada e estar com o melhor material. Se gosta de corridas, passar as férias em um carro é uma boa opção. Veremos”, encerrou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube