Alonso minimiza capotagem no Dakar e avisa: “Não viemos aqui para passear”

Fernando Alonso foi o protagonista da “notícia do dia” no Dakar, como ele mesmo definiu, ao capotar duas vezes no início da décima especial da prova na manhã desta quarta-feira. Mas, em que pese o susto que sofreu, o bicampeão do mundo é claro: “Estou bem feliz com o dia”

Fernando Alonso fechou a quarta-feira (15) feliz por ter chegado à zona de meta em Shubaytah, na Arábia Saudita. Tudo depois do grande susto sofrido pelo piloto e seu navegador, Marc Coma, no início da especial iniciada em Haradh. Alonso perdeu o controle do seu Toyota Hilux na descida de uma grande duna, capotou duas vezes, mas parou com as rodas do carro alinhadas ao chão. 
 
Assim, a dupla perdeu cerca de uma hora por conta dos dois pneus furados e do para-brisa quebrado, mas ainda assim terminou a etapa. Alonso e Coma fecharam o dia em 55º e caíram na classificação geral para 14º.
 
Ao fim de um dia complicado da primeira ‘perna’ da Etapa Maratona, onde somente os pilotos podem efetuar reparos nos respectivos carros, Alonso falou ao diário espanhol ‘Marca’ sobre seu sentimento neste décimo dia de competições no maior rali do mundo.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Is all good and ready. ???!! Looking forward to recover ground tomorrow ????✊️✊️✊️ #toyota #gazooracing #dakar

Uma publicação compartilhada por Fernando Alonso (@fernandoalo_oficial) em

15 de Jan, 2020 às 2:44 PST

“Tenho tanta sorte de continuar no Dakar, de estar em uma prova tão dura… mas não nos rendemos. Não viemos aqui para passear. Tento vencer etapas, e é isso o que gostamos de fazer. Hoje queria vencer, podemos errar, mas não podemos não tentar. E hoje foi um desses dias”, declarou o bicampeão mundial de F1.

 
No fim das contas, o espanhol minimizou o acidente sofrido nesta manhã. “Estou bem. Assim que começamos, tivemos a capotagem, e isso mudou toda a etapa. Mas, no geral, foi um bom dia, estamos aqui, não perdemos muito, uma colocação… pouco importa ser sexto ou 13º, estou feliz por avançar depois de outro dia difícil”, assegurou.
 
“Sei que essa é a notícia do dia, havia mil pessoas esperando em cada lugar. Mas veja, tivemos sorte… 14º lugar na geral no primeiro Dakar, com somente um contratempo no qual perdemos alguns minutos… Essa é a tônica do Dakar, outros sequer terminaram. Encontramos [Nani] Roma consertando o carro, mas temos a sorte de estar no parque fechado”, salientou.
 
“Uma pena que não sejam as declarações que queiram ouvir, mas estou bem feliz com o dia”, completou Alonso, que assim como os outros pilotos do Dakar vai dormir em um alojamento, comum às provas longas de rali, antes de encarar a penúltima etapa da prova, nesta quinta-feira.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube