Após abandono na quinta etapa, Loeb já admite que “talvez tenha perdido última chance” de vencer Rali Dakar

Sébastien Loeb reconheceu que o abandono na quinta etapa talvez tenha posto um fim definitiva à busca pela vitória no Rali Dakar. O francês foi forçado a se retirar da competição depois de um acidente, nesta quarta-feira (10), que provocou lesões em seu navegador, Daniel Elena

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Sébastien Loeb admitiu que talvez tenha perdido a última chance de vencer o Rali Dakar, depois do abandono da competição na quarta-feira (10), durante a quinta especial. Apresentando um desempenho forte nesta primeira semana da prova, o francês acabou fora após seu carro cair em um buraco e ficar preso entre dunas na etapa que saiu da cidade peruana de San Juan de Marcona em direção a Arequipa. 

 
O Peugeot #306 ficou atolado por quase três horas na areia e foi preciso ajuda para retirar o veículo do local. Mas a razão que forçou Loeb a abandonar foram as lesões sofridas por seu navegador, Daniel Elena, durante o acidente. 
 
Antes do início do Dakar, Sébastien já havia dito que via a edição 2018 como um "agora ou nunca" em termos de vitória. Agora, o gaulês já reconheceu que o objetivo se tornou incerto. "Talvez, porque, no momento, eu não pretendo voltar", afirmou Loeb aos jornalistas. "Vou continuar com a Peugeot em outras categorias, como o Ralicross. Então, por ora, não tenho mais chance de vencer o Dakar", completou.
Sébastien Loeb não tem planos de voltar ao Dakar (Foto: Florent Gooden / DPPI)
Falando sobre o acidente, o piloto de 43 anos contou que não havia como reduzir a velocidade por conta da areia fofa. Foi um começo muito complicado. A areia estava muito solta, e o carro simplesmente não subia as dunas. Ficamos presos mais ou menos uns 20 minutos. Aí conseguimos voltar e passamos a seguir as marcas deixadas pelos demais, o que nos ajudou muito", explicou.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

"Chegamos a um ponto em que havia outro concorrente parado na crista e, para não ter de parar enquanto estávamos subindo, passei direto, mas aí havia um buraco depois e não vimos. Nós acertamos com força. Não havia mais nada a se fazer depois, apenas esperar o caminhão de resgate. Daniel sofreu muita dor com o impacto. Nós até conseguimos terminar aquela parte, mas muito lentamente para não piorar as dores. Dada a lesão, ficamos sem outra opção a não ser abandonar", falou Loeb. Elena sofreu lesões no cóccix e recebeu atendimento no acampamento.
 
O multicampeão do Mundial de Rali não foi o único que sofreu com as dunas. O companheiro de equipe, Carlo Sainz, também perdeu muito tempo preso na areia, o que também ajudou a Stéphane Peterhansel abrir vantagem na liderança da competição entre os carros.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube