Após morte de Gonçalves, Hero decide abandonar Rali Dakar 2020

A Hero anunciou nesta segunda-feira (13) que está retirando seus pilotos do restante do Rali Dakar. A equipe indiana era defendida por Paulo Gonçalves

A indiana Hero anunciou nesta segunda-feira (13) que vai abandonar a edição 2020 do Rali Dakar. A equipe era defendida por Paulo Gonçalves, que morreu no domingo em decorrência de um acidente na sétima especial.
 
Depois de uma longa passagem pela Honda, Gonçalves se juntou à Hero em meados do ano passado e, mesmo fora da briga pelo título por conta de uma quebra ainda nos primeiros dias de disputa na Arábia Saudita, já somava três top-10 naquela que era sua 13ª participação na maior e mais dura prova off-road do planeta.
CS Santosh (Foto: Red Bull Content Pool)
Paddockast #46
OS 10 MELHORES PILOTOS DA DÉCADA

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

No domingo, porém, Paulo sofreu uma queda no km 546 da especial entre Riad e Wadi Al-Dawasir e não resistiu aos ferimentos.
 
Após a morte de Gonçalves, a Hero decidiu se retirar da competição. A equipe indiana contava com CS Santosh, o único ainda classificado na disputa geral, em 35º; com Joaquim Rodrigues, cunhado de Paulo, e Sebastian Buhler.
 
“Toda a equipe Hero MotoSports está em um profundo luto depois da morte trágica do nosso piloto Paulo Gonçalves no domingo”, escreveu a equipe nas redes sociais. “Com imenso respeito por nosso companheiro de equipe que partiu, a Hero MotoSports não vai continuar sua participação no Rali Dakar 2020”, seguiu.
 
“Os outros pilotos, junto com os dirigentes do time e a equipe de apoio, vão se juntar à enlutada família de Paulo”, completou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube