Barreda segura Coma e soma 3º triunfo na edição 2014 do Dakar na chegada das motos à Bolívia

Joan Barreda conseguiu interromper a sequência dos rivais e faturou a sétima etapa do Dakar neste domingo (12). Piloto da Honda chegou a Uyuni, na Bolívia, com 4min03s de vantagem para Marc Coma. Cyril Despres completa o top-3

As imagens do sétimo estágio do Rali Dakar 2014

7ª etapa
Salta (ARG) – Uyuni (BOL)
Deslocamento: 367 km
Trecho cronometrado: 401 km
Percurso total: 768 km
 
Com as pilhas recarregadas após um dia de descanso em Salta, Joan Barreda conseguiu interromper a boa sequência dos rivais e recolocou a Honda no topo da tabela. Na sétima especial da competição, disputada entre Salta, na Argentina, e Uyuni, na Bolívia, o espanhol cumpriu o trecho cronometrado de 401 km em 3h28min41s.
Barreda venceu a sétima etapa da edição 2014 do Dakar (Foto: Honda)
Em seu terceiro triunfo na edição 2014 do Dakar, Barreda concluiu a especial com 4min03 de vantagem para Marc Coma, da KTM. A terceira posição ficou com Cyril Despres, da Yamaha, que completou a prova com 5min35s de atraso para o líder.
A especial deste domingo precisou ter sua rota alterada, já que a largada foi atrasada por conta nas nuvens densas e baixas que impediam a decolagem dos helicópteros que cuidam da segurança da prova. A primeira parte da especial, que originalmente teria 232 km, ficou 130 km, com os pilotos iniciando o trecho cronometrado perto da fronteira boliviana, próximo à cidade de La Quiaca.
 
Barreda dominou toda a primeira parte da especial, mas viu Coma tentar se aproximar nos metros finais. Apesar do esforço do piloto da KTM, o titular da Honda conseguiu manter a frente e ainda ampliar a diferença no fim da especial.
 
Alheio a briga dos espanhóis, Despres conseguiu superar Juan Pedrero García, que ficou com a quarta colocação na especial desde domingo. O quinto lugar ficou com Kuba Przygonski, que completou a disputa 8min56 depois de Barreda. 
 
Jeremias Israel Esquerre garantiu o sexto posto, à frente de Helder Rodrigues, do time oficial da HRC. Mario Patrao ficou com o oitavo registro, seguido por Olivier Pain. Com 11min57s de atraso para Barreda, Jordi Viladoms completa a lista dos dez melhores.
 
Destaque para a atuação de Laia Sanz. Apoiada pela Honda, a espanhola, que soma 15 títulos mundiais entre competições de Trial e Enduro, fechou a sétima especial na 12ª colocação, 13min31s depois de Barreda. 
 
Apesar do terceiro triunfo de Barreda no Dakar, Coma segue confortável na liderança do rali, com 38min14s de vantagem para o piloto da Honda. Viladoms tem o terceiro posto, 1h16min03s atrás do companheiro de KTM. 
 
Alain Duclos, que perdeu bastante tempo na sétima etapa ao errar a rota, ocupa o quarto posto, à frente de Israel Esquerre. Pentacampeão do Dakar, Despres não conseguiu reduzir seu atraso em relação ao líder, mas agora ocupa o décimo posto da tabela, com 2h26min de diferença para seu eterno rival. Laia Sanz tem o 19º posto.

Rali Dakar 2014, Motos, Resultado após 7 estágios:

1
Marc COMA
ESP
KTM
26:40:44
7 estágios
2
Joan BARREDA
ESP
Honda
+38:14
 
3
Jordi VILADOMS
ESP
KTM
+1:16:03
 
4
Alain DUCLOS
FRA
Sherco
+1:16:35
 
5
Jeremías ISRAEL ESQUERRE
CHL
Speedbrain
+1:39:29
 
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube