Rali

Caminhão vassoura do Dakar encontra belga Eric Palante morto no km 143 da etapa de quinta-feira

A organização do Dakar anunciou nesta sexta-feira (10) a morte de Eric Palante. Em sua 11ª participação na competição, belga se tornou a 61ª vítima fatal do Dakar
Warm Up / JULIANA TESSER, de São Paulo
 Eric Palante, moto #122 (Foto: Reuters)

As imagens do quinto dia do Rali Dakar

A organização do Rali Dakar anunciou na tarde desta sexta-feira (10) a morte de Eric Palante. O belga, que estava em sua 11ª participação no rali, foi encontrado pelo caminhão vassoura no km 143 da etapa de quinta-feira, que foi realizada entre Chilecito e Tucumán, ambas na Argentina.

A quinta etapa do Dakar foi realizada sob um forte calor, com os termômetros marcando 39°C. Muitos pilotos enfrentaram problemas ao longo do percurso e a especial chegou a ser encurtada em 205 km por conta das altas temperaturas.
Eric Palante, moto #122 (Foto: Reuters)
Nesta sexta-feira, o caminhão vassoura do Dakar saiu em busca de Palante, que não havia completado a especial. O corpo do piloto de 50 anos foi encontrado no km 143 da etapa anterior. De acordo com a organização do Dakar, as causas da morte de Palante ainda não foram identificadas, mas estão sendo investigadas pela Dra. Anália Castro de Massucco, da província de Catamarca. Ainda segundo os responsáveis pelo rali, nenhum alerta foi emitido sobre o piloto e Eric havia passado pelo ponto de reidratação na tarde de quinta.
 
Competidor entre as motos, Eric Palante se tornou o 61º piloto na lista de vítimas fatais do Dakar. Desde que o rali é realizado na América do Sul, oito competidores já perderam a vida na disputa.
Eric Palante, moto #122 (Foto: Reuters)
Palante participou ininterruptamente do Dakar desde 2003. Seu melhor resultado foi conquistado em 2012, quando completou o rali na 66ª posição. Em 2007, Eric sofreu forte acidente e passou por um longo período de recuperação, em repouso forçado, por conta de três vértebras quebradas.
 
Experiente no Dakar, Palante não escondia sua preferência pela versão sul-americana frente a disputa que era realizada na África. “Tem quase mais valor do que o anterior, no meu ponto de vista”, dizia. 
 
Também na quinta-feira, dois jornalistas que cobriam o Dakar morreram após um acidente rodoviário na província de Tucumán.

Confira na íntegra o comunicado divulgado pela organização do Dakar:
 
Falecimento de Eric Palante
 
Às 8h30 desta manhã, a equipe do caminhão vassoura se dirigiu até onde estava o corredor de número 122 – no quilômetro 143 da especial da quinta etapa entre Chilectio e San Miguel de Tucumán – e descobriram o corpo sem vida. Eric Palante, piloto belga, moto número 122.
 
Tanto as circunstâncias, quanto as causas do falecimento estão sendo analizadas pela fiscal Dra. Anália Castro de Massucco, de Belén, província de Catamarca. 
 
Não chegou nenhum alerta aos organizadores. Eric tinha passado pelo posto de reidratação, pela tarde.
 
A família do piloto foi avisada durante a manhã, pela organização.
 
Era a 11ª participação de Eric Palante no Dakar. Piloto de 50 anos, tinha este ano a ambição de ganhar a categoria de motos. Conhecia perfeitamente a prova que, com o passar dos anos, graças ao seu entusiasmo e seriedade, havia se transformado em um dos pilares.
 
É com profunda tristeza que os organizadores e toda a família Dakar prestam suas condolências aos familiares e aos amigos de Eric.