Campeão nas motos, Walkner afirma não acreditar que levou título do Dakar: “Só queria ir ao pódio. Fui sortudo”

Matthias Walkner conquistou no último sábado (20) o título das motos no Rali Dakar. E diz que o motivo principal foi a sorte estar ao seu lado em um "maluco" Dakar

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Aos 31 anos, Matthias Walkner conquistou pela primeira vez o Rali Dakar nas motos no último sábado (20). E ele próprio assume que não esperava a conquista – se considerando uma 'zebra' mesmo com a ótima vantagem que cnstruiu para o restante dos competidores.

Segundo Walkner, que levou a KTM ao 17° título seguido da categoria na prova, seu único objetivo era ir ao pódio. "É fantástico, eu nunca pensei, de verdade, que pudesse vencer", disse durante os festejos do título.

"Estavam todos tão próximos neste ano e creio que o dia 10 foi o dia chave para mim. Talvez a sorte tenha estado do meu lado desta vez", seguiu.

O dia 10, no caso, foi quando o austríaco assumiu a ponta. Na etapa entre Salta e Belén, ambas cidades argentinas, Kevin Benavides, que liderava a especial, se perdeu e ficou mais de 40 km perdido. Toby Price, Joan Barreda e Antoine Meo, todos favoritos ao título, também cometeram erros de percurso. Além disso, Adrien Van Beveren, que era o então líder geral, caiu e lesionou o tórax e a coluna, além de ter fraturado a clavícula direita. Walkner venceu ao estágio e assumiu a liderança para não mais perdê-la.

#GALERIA(8270,167066)
"Foi um Dakar muito maluco. Tive um pouco de sorte, é claro. Acho que no Dakar você precisa dela, Às vezes você a tem, às vezes não", completou.

Em 2016, Walkner abandonou o Dakar por lesão. Ano passado, foi vice. E, desta vez, com a 'sorte' citada, acabou campeão.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube